Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3914
Título: Abordagem clínica de instrumentos fracturados em Endodontia
Autor: Stocker, Inês Novaes Machado
Orientador: Matos, Miguel Albuquerque
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: Ao longo do tempo a Endodontia tem evoluído de forma a apresentar melhores resultados nos tratamentos preconizados. Os procedimentos de instrumentação foram os principais alvos de alterações. Inicialmente os instrumentos Endodônticos eram constituídos por aço de carbono, tendo evoluído para instrumentos de aço inoxidável e, mais recentemente, para instrumentos compostos por ligas quase equiatómicas de níquel e titânio. Estas limas surgiram com o objectivo de apresentarem melhores propriedades quer a nível de flexibilidade, quer a nível de resistência à fractura. No entanto, as complicações durante os tratamentos Endodônticos continuam a ocorrer, nomeadamente, a fractura dos instrumentos durante os procedimentos de instrumentação dos canais radiculares. Há diversos factores que podem influenciar a fractura dos instrumentos Endodônticos, tais como, a morfologia dos canais radiculares, o grau de curvatura, o diâmetro e a conicidade dos instrumentos, entre outros, havendo, no entanto, algumas regras que, quando respeitadas, podem minimizar a probabilidade da sua ocorrência. Os instrumentos podem fracturar por dois motivos, torção ou fadiga cíclica, sendo também denominados como uso incorrecto ou uso excessivo, respectivamente. Apesar de os instrumentos terem evoluído e existirem regras de utilização para reduzir a incidência de fractura, a separação das limas Endodônticas continua a ocorrer, sendo necessário saber qual o melhor tratamento a adoptar em cada caso, pois se a abordagem clínica, aquando da fractura não for a mais adequada, pode comprometer significativamente o sucesso do tratamento. A presença de um instrumento no sistema de canais radiculares pode dificultar ou até mesmo impedir os procedimentos de instrumentação e desinfeção, levando à permanência de polpa e bactérias no interior do sistema de canais radiculares e, consequentemente, ao insucesso do tratamento Endodôntico. A abordagem clínica descrita na literatura relativamente à separação dos instrumentos Endodônticos inclui a remoção do fragmento, a realização do bypass, a obturação do canal radicular até ao instrumento, a Cirurgia Endodôntica, ou em última instância, a exodontia do dente em questão. Over time Endodontics has evolved in order to perform better results in the recommended treatments. Instrumentation procedures were the main targets of change. Initially, the Endodontic instruments consisted of carbon steel, having evolved to stainless steel instruments and, more recently, to instruments with almost equiatomic alloys of nickel and titanium. These files have emerged in order to have better properties both in terms of flexibility and strenght to fracture. However, complications during Endodontic treatments continue to occur, in particular, instruments fracture during the instrumentation of root canals. There are several factors which can influence the fracture of Endodontic instruments such as the root canal morphology, the curvature degree, diameter and instruments taper, among others. There are, however, some rules that when respected can minimize the probability of their occurrence. The instruments may fracture for two reasons, torsional stress or cyclic fatigue, also knowned as misuse or overuse, respectively. Despite the instruments evolution and the existance of rules of use to reduce the incidence of fracture, separation of Endodontic files continues to occur. It is necessary to know what is the best treatment to adopt in each case, because if the clinical approach is not the most appropriate, it can significantly compromise the success of treatment. The presence of an instrument in the root canal system may difficult or even preclude the instrumentation and disinfection procedures leading to permanence of the pulp and bacterias within the root canals and, consequently, the failure of the Endodontic treatment. The clinical approach described in literature concerning the Endodontic instruments separation include the fragment removal, the bypass execution, the root canal filling until the instrument, Endodontic Surgery or ultimately, the tooth extraction.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/3914
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Inês Stocker.pdf8,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.