Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3835
Título: Acompanhamento jornalístico da Política em Portugal – realidades e possibilidades
Outros títulos: análise da cobertura noticiosa de duas campanhas eleitorais, em 2011, em Portugal, a partir de três jornais diários e duas estações de televisão
Autor: Ferreira, Renato Pinto
Orientador: Pinto, Ricardo Jorge
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: O acompanhamento jornalístico da Política em Portugal pode ser feito, segundo uma teoria avançada por este nosso trabalho, de forma ‘horizontal’ – quando o enfoque nos media é dado ao combate/confronto entre poucas ideias dos candidatos políticos – ou de forma ‘vertical’ – quando há um maior desenvolvimento das ideias de cada um desses agentes políticos. Segundo a nossa perceção inicial, a cultura anti-classe política reinante em grande parte da população (e talvez nos media também) pode ser causa e/ou efeito de uma maior aposta no acompanhamento ‘horizontal’ no jornalismo feito. Através de investigação empírica realizada a jornais e telejornais das, respectivamente, eleições Presidenciais e Legislativas 2011 em Portugal, obtivemos uma perceção mais precisa da realidade concreta.
The media coverage of Politics in Portugal can be made, according to one theory showned in this thesis, in an ‘horizontal’ way – when the journalism emphasize the combat/confrontation between few ideias of the political candidates – or in a ‘vertical’ way – when there is a larger development of the ideias of each candidate. According to our initial perception, the anti-political classe culture that is showned by many on society (and perhaps on media too) may be cause and/or effect of a more ‘horizontal’ coverage made by journalism. Through empirical investigation made to newspapers of the campaign of the Presidentials elections of 2011 and to TV News of the Legislative elections 2011 (both in Portugal), we obtained a much more precise perception of the reality.
L’accompagnement journalistique de la Politique au Portugal peut être fait, selon une théorie qui est avancée par notre travail de manière ‘’horizontale’’- quand l’importance des médias est donnée au combat/confrontation entre peu d’idées des candidats politiques-ou de manière ‘’vertical’’- quand il y a un plus grand développement des idées de chacun de ces agents politiques. Selon notre perception initiale, la culture anti-classe politique qui règne en grande parti de la population (et peut-être aussi dans les médias) peut être la cause et/ou l’effet d’un plus grand pari sur l’accompagnement ‘’horizontal’’ dans le journalisme fait. Au travers d’une investigation empirique réalisée aux journaux et aux téléjournaux sur, notamment, les élections Présidentielles et Législatives 2011 au Portugal, nous avons obtenu une perception plus précise de la réalité concrète.
Descrição: Tese apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Doutor em Ciências da Informação, especialidade de Marketing e Comunicação Estratégica
URI: http://hdl.handle.net/10284/3835
Aparece nas colecções:FCHS (DCEC) - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Doutoramento - Renato Ferreira - Final.pdf805,02 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.