Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3804
Título: Abandono e absentismo escolar no concelho de Ponta Delgada
Autor: Vasconcelos, Maria de Deus Medeiros Costa
Orientador: Pinto, Isabel Pereira
Saavedra, Luísa
Palavras-chave: Abandono escolar
Insucesso
Família
Recursos económicos
Pobreza
Absentismo
Escola
School dropout
Failure
Family
Economic resources
Poverty
Skipping classes
School
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: A recomendação da União Europeia, de janeiro de 2011, aos estados europeus para que adotem políticas de prevenção do abandono escolar, que apesar de ter vindo a diminuir, ainda apresentam, em alguns países como Portugal e Malta, valores muito elevados é, de uma forma genérica, o ponto de partida do nosso estudo. Os sucessivos governos têm vindo a promover programas nacionais de combate ao abandono escolar mas, segundo Grilo (2010), estes programas deveriam ser elaborados mais ao nível local e em função das exigências da comunidade educativa envolvente. De acordo com as estatísticas disponíveis, os alunos têm vindo a permanecer mais tempo na escola, com ofertas educativas que vão ao encontro das suas expetativas e experiências vivenciadas. O abandono e absentismo escolares tornaram-se prioridades do atual sistema de ensino. O presente estudo visa caracterizar a dimensão do abandono escolar e absentismo no concelho de Ponta Delgada, no período compreendido entre 2010 e 2011. A taxa de abandono escolar precoce nos Açores tem diminuído, mas é superior à taxa nacional, que, por sua vez, apesar de também estar a diminuir, é ainda muito superior à taxa europeia. A explicação para as elevadas taxas de absentismo e abandono escolar não se encontra apenas no interior do sistema educativo. Os adolescentes e jovens dificilmente permanecerão mais tempo na escola se a sociedade em geral não valorizar uma escolaridade alargada no tempo e inclusiva. A este propósito, o pouco entusiasmo com que alguns setores da sociedade portuguesa parecem ter acolhido o recente alargamento da escolaridade obrigatória para 12 anos é sugestivo. Mas isto não dispensa o próprio sistema educativo de desenvolver, no seu interior, esforços para diminuir o abandono precoce da escola por parte dos estudantes, agindo preventivamente desde os primeiros anos de escolaridade. Neste projeto de investigação pretende-se verificar se existe uma relação entre absentismo e abandono escolar e a situação socioeconómica e cultural dos seus progenitores. The recommendation of the European Union, from January 2011, to the European states for them to adopt political prevention of school dropout, has been decreasing. Yet, in some countries such as Portugal and Malta, they present very high values, which are our starting point in this project. The latest governors have been promoting drop out awareness national programs but, according to Grilo (2010), these programs should have been elaborated towards the local and in demand of the evolving community. As stated by the available statistics, students have been staying longer at school during labour hour because of the class offer, which suit them individually. The drop out and the skipping classes became priority number one to the educational system. This study will characterise the dimension of the dropouts and missing classes in Ponta Delgada County, in between 2010 and 2011. The early drop out rate, which, in turn, while also decreasing, is still well above the European rate. The explanation for those high dropouts rates does not only remain within the educational system. Adolescents and young adults hardly stay longer at school because society does not grant the appropriate importance to broad and inclusive education. Regarding this aspect, some sectors of Portuguese society have received the recent extension of compulsory schooling to 12 years with little enthusiasm, which is suggestive. But this does not relieve to education system to develop, within it, efforts to reduce school dropout, acting preventively starting from early years of schooling. In this research we seek to determine whether or not exists a link between school dropouts and economic status of their families. The relevant question is if school dropout is directly related to families with very low social, cultural an economic resources.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Emocional e da Personalidade
URI: http://hdl.handle.net/10284/3804
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO ABANDONO ESCOLAR MARIA - 2 (1).pdf803,95 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.