Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3803
Título: Proposta de intervenção e avaliação de aceitação de um programa de Intervenção Precoce no pré-escolar
Autor: Agrelos, Joana Maria Machado
Orientador: Ventura, Tereza
Saavedra, Luísa
Palavras-chave: Intervenção precoce
Psicomotricidade
Educação pré-escolar
Articulação
Early intervention
Psychomotricity
Preschooler education
Articulation
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: A intervenção precoce é um conjunto de serviços, apoios e recursos que pretendem responder às necessidades da criança e da sua família nos primeiros anos de vida desta. Neste contexto, a psicomotricidade, por ser uma intervenção de mediação corporal e que possibilita o desenvolvimento dos processos mentais através de atividades lúdicas, permite normalizar o desenvolvimento, prevenir problemas de aprendizagem e ajudar a família a lidar com a criança. De forma a criar uma rede de apoio acessível a toda a população, esta intervenção deverá ser inserida no pré-escolar, considerada a primeira etapa na educação da criança, complementar ao papel educativo da família. Nesta etapa devem ser proporcionadas atividades que promovam o desenvolvimento global daquela. Este estudo pretendeu, numa primeira fase, testar os benefícios da psicomotricidade no pré-escolar, através da aplicação semanal e análise do programa de intervenção criado para o efeito. Pretendeu-se averiguar a forma como as dificuldades que estão na base da aprendizagem da criança são ultrapassadas e como a família lida com estas. Através deste método, verificaram-se melhorias no desenvolvimento global dos alunos, apesar da evolução não ser significativa na motricidade fina. Para que seja prestado um apoio adequado às crianças e a qualidade do ensino seja melhorada é necessário que a intervenção seja realizada ao longo do ano letivo e enquadrada no plano curricular do ensino pré-escolar, o que pressupõe a boa aceitação e articulação com o educador, enquanto gestor desta etapa. Numa segunda fase foram abordadas então as questões relacionadas com a articulação entre os educadores e outros técnicos e com as características a incluir nos programas de intervenção no ensino pré-escolar, sendo aplicado um questionário aos educadores. Verificou-se que, apesar de estes reconhecerem vantagens nos programas, a aceitação não foi total, tendo sido referidas como barreiras as dificuldades em reservar o tempo necessário à sua aplicação, em gerir a turma e em cumprir o programa do pré-escolar. A articulação entre diferentes técnicos e o apoio aos educadores são factores fundamentais na aceitação do programa de intervenção precoce e no seu sucesso. Early intervention is a set of services, supports and resources that intended to answer the needs of children and their families in their early years. In this context, the psychomotor intervention allows the normal development, prevents learning problems and helps families to deal with children by being an intervention that uses body movement and games. In order to create a support network accessible to the population, this intervention should be included in pre-school, considered the first step in the child’s education, being complementary to the educational role of the family. During this stage, the educator is responsible for managing the child's education, creating activities that promote the overall development. This study, in a first phase, intends to test the benefits of a psychomotor intervention in preschool children through the weekly implementation and analysis of an intervention program designed for this purpose. This intended to investigate how the learning difficulties of children were overcame and how the families dealt with these. Through this method, improvements in the global development of the children were obtained, although this evolution had no marked evolution for fine motor skills. To give children the right support and to improve the quality of education the intervention should be done all year long and should be included in the pre-scholar curriculum. In a second phase issues related to the relationship between educators and other experts and the characteristics that should be included in intervention programs in pre-school were addressed, by applying a self-reported questionnaire to the educators. Although, it was found that educators recognize advantages in these programs, the acceptance was not complete, having been mentioned as barriers the difficulties in taking the necessary time to the application, in managing the class and in following the preschooler program. The articulation between different technicians and the support to the educators are key factors in the acceptance early intervention programs and to theirs future success.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio da Intervenção Precoce na Infância
URI: http://hdl.handle.net/10284/3803
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Proposta de intervenção e avaliação de aceitação de um progr.pdf4,97 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.