Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3792
Título: Acidente Vascular Cerebral isquémico nas crianças
Outros títulos: conhecimentos dos enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto
Autor: Santos, Cátia Isabel Teixeira
Orientador: Mota, António
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a primeira causa de morte em Portugal e a principal causa de morbilidade e de incapacidade prolongada na Europa. Apesar da sua ocorrência antes dos 18 anos de idade ser considerada um evento raro, encontra-se entre as dez principais causas de morte na infância. (Pedro Louro, 2010). Para que a equipa de enfermagem responda com competência e possa interagir no contexto da equipa multidisciplinar, quer seja na prevenção da doença, quer na educação para a saúde e promoção da qualidade de vida do doente, torna-se importante abordar este tema – Acidente Vascular Cerebral Isquémico (AVCI) nas crianças, com a finalidade de avaliar os conhecimentos dos enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto. Desta forma, foram pertinentes para serem colocadas as seguintes questões de investigação: • Quais os conhecimentos dos enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto sobre AVCI nas crianças? • Quais os conhecimentos dos enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto sobre os fatores de risco de AVCI nas crianças? • O contacto com doentes vítimas de AVC isquémico em criança influencia os conhecimentos dos enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto? Trata-se de um estudo do tipo descritivo, com abordagem quantitativa. Utilizou-se um questionário, com respostas abertas e fechadas, como instrumento de colheita de dados, que foi aplicado aos enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto. A amostra selecionada é constituída por 21 enfermeiros do serviço de Pediatria de um Hospital Central do Grande Porto. Os resultados obtidos tentam dar resposta às questões de investigação anteriormente levantadas. Relativamente à caracterização da amostra podemos dizer: • A média de idades é de 32 anos, sendo o mínimo de 24 anos e o máximo de 51 anos de idade. • Quanto ao género são maioritariamente do sexo feminino com 95% e apenas 5% do sexo masculino. • A maioria da amostra (55,6%) respondeu que os fatores de risco para que aconteça AVCI nas crianças são os fatores genéticos. • Quando questionados se já tinham cuidado de uma criança vítima de AVC isquémico, apenas 38% afirmaram que sim. Já 62% dos inquiridos responderam que não. Mediante a análise dos dados obtidos podemos concluir que os enfermeiros que fizeram parte da amostra, demonstraram, de uma forma geral, conhecimentos em relação ao AVCI nas crianças. The Cerebral Vascular Accident (CVA) is the leading cause of death in Portugal and a leading cause of disease and long-term disability in Europe. In spite of its onset before 18 years old to be considered an uncommon event, is among the ten leading causes of death in childhood. (Pedro Louro, 2010). For the nursing staff to respond with competence and could interact in the context of the multidisciplinary team, either in disease prevention, both in health education and promotion of quality of life of patients, it becomes important to approach this subject - Cerebral Vascular Accident Ischemic (CVAI) brain in children, for the purpose of evaluate nurses' knowledge of the service of a Central Hospital Pediatric Grand Oporto. This way, to be relevant was asked the following research questions: • What is the knowledge of nurses in service of a Central Hospital Pediatric Grand Oporto about CVAI in children? • What is the knowledge of nurses in service of a Central Hospital Pediatric Grand Oporto about the risk factors for CVAI in children? • The contact with patients who suffered ischemic stroke in child influencing the nurses' knowledge of the service of a Central Hospital Pediatric Grand Oporto? This is a descriptive study with a quantitative approach. It was used a questionnaire with open questions and closed as a tool for collecting data that was applied to nursing service of a Central Hospital Pediatric Grand Oporto. The selected sample is composed by 21 nurses from the pediatric service of a Central Hospital Pediatric Grand Oporto. The results obtained attempt respond to the research questions raised earlier. For the sample characterization we can say: • The average age is 32 years with a minimum of 24 years and maximum 51 years old. • As for the gender are mostly female with 95% and only 5% were male. • Most of the sample (55.6%) answered that the risk factors for CVAI happen in children are genetic factors. • When asked if they already took care of a child who suffered of ischemic stroke only 38% said yes. Already 62% of respondents answered no. Through the analyzing the data obtained we can conclude that the nurses interviewed showed in a general way knowledge in relation to CVAI in children.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/3792
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_CatiaSantos.pdf515,01 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.