Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3786
Título: Insucesso escolar e Autoconceito
Outros títulos: (um estudo na área escolar da Maia)
Autor: Branco, Joana Pavão
Orientador: Coelho, Fátima
Palavras-chave: Insucesso escolar
Autoconceito
School failure
Self-concept
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: O insucesso escolar e o autoconceito têm sido objeto de diversos estudos ao longo dos tempos, dada a sua relevância para a vida profissional, pessoal, social e emocional dos indivíduos. Esta pesquisa pretendeu verificar a relação existente entre as duas variáveis supramencionadas na área escolar da Maia, ilha de S. Miguel, através de um estudo descritivo misto. Procurou-se estudar o autoconceito de alunos com e sem insucesso escolar e, ao mesmo tempo, fazer o levantamento da perceção dos seus professores sobre estas duas temáticas. Para atingir estes objetivos, foram formuladas três hipóteses de investigação, as quais passaram por relacionar o nível de autoconceito dos alunos com o número de retenções, com o número de permanências no mesmo nível e com o número de insuficientes no Ciclo e, simultaneamente, comparar estes resultados aos dos alunos sem insucesso escolar. Após a aplicação da Escala de Autoconceito para Crianças de Piers-Harris (versão de Veiga, 2006) aos alunos de nível III e IV da referida área escolar e da realização de duas sessões de Grupos Focados aos professores dos alunos em estudo, concluiu-se que o autoconceito é mais baixo em alunos que já tiveram retenções, que já tiveram permanências no nível e que já tiveram alguma menção insuficiente, confirmando-se a correlação anteriormente descrita. Por outro lado, a análise dos dados obtidos através dos Grupos Focados permitiu verificar que os docentes consideram possível uma relação entre insucesso escolar e autoconceito, mas pouco fazem nas suas aulas para promover este último nos seus alunos. Por esta razão, a presente investigação pretendeu sensibilizar professores, órgãos de gestão e tutela para a aplicação de programas de promoção do autoconceito enquanto um possível meio de melhoria do sucesso escolar, fazendo diminuir as dificuldades de muitos alunos. Neste seguimento, e ainda que este estudo não permita apontar o autoconceito como uma das causas do insucesso escolar, o que é facto é que esta correlação existe e deve estar presente aquando da organização de programas e currículos. School failure and self-concept have been the subject of numerous studies over time, given its relevance to the professional, personal, social and emotional development of individuals. This research intended to verify the existence of a correlation between these two variables (self-concept and school failure), through a study in school area of Maia, S. Miguel’s island. This research intended to study the student’s self-concept with and without failure at school and, at the same time, check the perception of their teachers on these two themes. To achieve these goals, three research hypotheses were formulated, which began by relating the degree of student’s self-concept with the number of retentions, with the number of stays at the same level and with the number of insufficient grades, and simultaneously compare these results to the results of students without school failure. After applying the Piers-Harris Self-Concept Scalde for Children – PHSCSC (version of Veiga, 2006) to students at level III and IV of that school area and doing two sessions of Focus Groups with their teachers, it was concluded that the self-concept is lower in students who have had retentions, who have had stays in the level and who have had negative grades, confirming the correlation described above. On the other hand, the analysis of the data given by the Focus Groups allowed us to conclude that teachers consider a possible relationship between self-concept and school failure, but don’t do enough in their classrooms to promote student’s self-concept. Thus, this research aims to sensitize teachers, management and guardianship for the implementation of programs to promote self-concept as a possible mean of promoting educational success and to lessen the difficulties of many students. Although we can’t imply that the self-concept is one of the causes of school failure, the truth is that the relationship exists and that should be taken into account in the organization of programs and curricula.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor
URI: http://hdl.handle.net/10284/3786
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Joana Branco(1).pdf7,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.