Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3781
Título: Sistemas Adesivos Self-Etch
Outros títulos: revisão sistemática da evidência e orientações na aplicabilidade clínica
Autor: Azevedo, João Pedro Gouveia
Orientador: Monteiro, Patrícia Manarte
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Os adesivos SE constituem uma estratégia adesiva dos materiais restauradores ao substrato dentário baseado na ação de monómeros acídicos que simultaneamente condicionam e infiltram os tecidos dentários. Esta abordagem técnica aparenta ser promissora clinicamente não só por apresentar-se com menos uma fase operatória reduzindo o tempo de aplicação clínico, mas também por reduzir significativamente a sensibilidade da técnica de aplicação e a probabilidade de erros durante a sua utilização. O presente trabalho visou rever os conceitos associados a adesivos SE, a “adesivos simplificados”, categorizar as diversas classificações quanto aos sistemas adesivos SE, descrever o que os distingue, que vantagens e limitações apresentam no seu universo e comparativamente com a estratégia ER. Pretendeu ainda efetuar uma revisão sistemática da eficácia adesiva SE com artigos publicados entre os anos de 2010 e 2012. Dos 1408 artigos encontrados foram selecionados 16 conforme os critérios de inclusão, referentes a ensaios clínicos com períodos de avaliação observacional com 1 ano (4 artigos); 18 meses (2 artigos); 2 anos (4 artigos); 3 anos (2 artigos); 4 anos (2 artigos) e 8 anos (2 artigos). Os sistemas adesivos SE-2 revelam melhores resultados clínicos que os SE-1 e os SE-1-all-in-one; Quando se pretende efectuar uma adesão ao esmalte, uma abordagem ER é preferível; Quando se pretende efectuar uma adesão à dentina os SE com menor agressividade acídica aparentam ser melhores e poderá ocorrer um envolvimento por ligação iónica adicional com HAp residual, em alguns adesivos; Quando se pretende adesão ao esmalte e dentina, o pre-etching seguido de uma aplicação de adesivo SE, particularmente SE-2, aparenta ser a melhor escolha para uma adesão eficaz a médio, longo prazo. São ainda necessários ensaios, sobretudo clínicos, que revelem dados consistentes quanto ao desempenho e eficácia dos adesivos SE, com períodos de avaliação longos, sobretudo dos SE simplificados (SE-1 e SE-1-all-in-one), e ainda relativamente ao uso ou não, e à determinação das concentrações adequadas de agentes desinfetantes e sua influência no desempenho de restaurações com sistemas adesivos SE e SE simplificados. SE adhesives are a strategy of adhering restorative materials to dental substrates based on the action of acidic monomers that simultaneously etch and infiltrate the dental tissues. This approach seems to be clinically promising not only because they present fewer technical steps reducing the operative time of clinical application, but also because significantly reduce the sensitivity of the application technique and the errors occurance during use. This study aimed to review the concepts associated with SE adhesives and "simplified adhesives," to categorize the several classifications regarding SE adhesive systems, to describe what distinguishes them, what advantages and limitations presents in their universe and its comparison with the ER strategy. It also pretended to do a systematic review on adhesive SE effectiveness with articles published between the years 2010 and 2012. Of the 1408 articles found, 16 were selected according to inclusion criteria, being clinical trials with evaluation periods with 1 year (4 articles), 18 months (2 articles), 2 years (4 articles), 3 years (2 articles), 4 years (2 articles) and 8 years (2 articles). The SE-2 adhesive systems showed better clinical results than the SE-1 and SE-1-all-in-one adhesives; When to make an adhesion to enamel, an ER approach is preferable; When to make an adhesion to dentin the SE with less aggressive acidicity appears to be better and may result in additional involvement by ionic bonding with residual HAp, in some adhesives; When to make adhesion to enamel and dentin, the enamel pre-etching followed by an application of an SE adhesive, particularly SE-2, appears to be the best choice for an effective adhesion in medium- long-terms. More trials are needed, especially clinical trials, revealing consistent data about SE adhesives performance and effectiveness, with long-term evaluations, especially regarding simplified SE adhesives (SE-1 and SE-1-all-in-one), and relatively to the use or not, and the determination of disinfectants appropriate concentrations and their influence on restorations performance with SE and simplified SE adhesive systems.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/3781
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_JoaoAzevedo.pdf1,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.