Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3759
Título: Moléculas antivirais
Outros títulos: que futuro?
Autor: Pereira, Sofia Luzia Gonçalves
Orientador: Magalhães, Ricardo
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Este trabalho tem como objectivo investigar e refletir sobre o futuro das moléculas antivirais, através de uma intensiva pesquisa bibliográfica e leitura de artigos científicos sobre as propriedades e desenvolvimento dos antivirais e quais os desafios que a virologia encontra no desenvolvimento de antivirais eficazes e seguros. Esta pesquisa coloca de imediato duas questões pertinentes: aperfeiçoamento de antivirais já existentes e aplicar as novas tecnologias na descoberta de novos mecanismos de ação e consequente desenvolvimento de novos fármacos. Apesar do conhecimento adquirido nesta área ao longo de várias décadas, este tipo de fármacos continua a ser produzido numa quantidade muito inferior à que seria desejável. O défice observado poderá estar relacionado com a dificuldade que os investigadores encontram em ultrapassar as maiores limitações dos antivirais, como toxicidade, latência viral, discrepância entre fase de tratamento e diagnóstico e resistência adquirida dos vírus a estes fármacos. As dificuldades nas etapas finais desta pesquisa como os ensaios clínicos em humanos, também surgem como um obstáculo ao seu desenvolvimento. (Saxena et al., 2009). Estando as infeções virais entre as maiores causas de morbilidade e mortalidade no mundo inteiro, importa refletir sobre o futuro dos fármacos antivirais como tratamento, direcionando a atenção para os que se encontram neste momento ainda numa fase precoce de desenvolvimento e apontar estratégias no sentido de melhorar este tipo de terapia. This paper aims to investigate and reflect on the future of antiviral molecules, through an intensive literature search and reading of scientific articles on the properties and development of antiviral agents and what challenges virology is to develop safe and effective antiviral. This research raises two questions immediately relevant: improvement of existing antivirals agents and apply new technologies in the discovery of new mechanisms of action and consequent development of new drugs. Despite the knowledge acquired in this area over decades, such drugs continue to be produced in an amount much lower than would be desirable. This deficit observed may be related to the difficulty that investigators are to overcome the major limitations of antiviral such as toxicity, viral latency, phase discrepancy between the treatment and diagnosis of virus and acquired resistance to these drugs. The difficulties in the final stages of this research and clinical trials in humans, also appear as an obstacle to its development (Saxena et al., 2009). Being viral infections among the major causes of morbidity and mortality in the worldwide, it is important to reflect on the future of antiviral drugs as treatment, directing attention to those who are currently at an early stage of development and strategies to improve this type of therapy.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/3759
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_SofiaPereira.pdf4,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.