Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3749
Título: Riscos e benefícios dos anti-inflamatórios não esteróides inibidores seletivos da ciclo-oxigenase 2
Autor: Tavares, Tânia Isabel Almeida
Orientador: Pimenta, Adriana
Souto, Renata
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Os anti-inflamatórios não esteróides inibidores seletivos da ciclo-oxigenase-2 (Coxibes) são fármacos utilizados no tratamento da dor e inflamação crónica, principalmente em patologias de origem musculoesquelética, como a artrite reumatóide, osteoartrose e espondilite anquilosante. Os Coxibes têm como objetivo a inibição seletiva de uma das isoformas da enzima ciclo-oxigenase, a COX-2, que regula a produção dos principais prostanóides envolvidos no processo inflamatório, na dor e na febre. Existe evidência clínicas de que os Coxibes podem também atuar na prevenção de cancros e na doença de Alzheimer, devido à indução da COX-2 em diversos tecidos. Os Coxibes possuem eficácia terapêutica semelhante aos anti-inflamatórios não esteróides clássicos, no entanto, demonstram uma diminuição significativa dos efeitos adversos gastrointestinais, característicos dessa classe. Contudo, só após a sua comercialização foi possível observar o aumento do risco cardiovascular associado ao tratamento com Coxibes. A análise do estudo VIGOR levantou as primeiras dúvidas, mas foram os resultados do estudo APPROVe que desencadearam a retirada voluntária do Vioxx® em setembro de 2004, seguindo-se a retirada de mais dois fármacos desta classe. A publicação de diversos ensaios clínicos evidenciam o aumento generaliado do risco cardiovascular, que inclui aumento do risco de enfarte do miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficência cardíaca e hipertenção arterial, sendo que estes efeitos adversos agravam-se em doentes com antecedentes de risco cardiovascular. Na sequência destes resultados, as entidades internacionais, FDA e EMA, emitiram advertências de utilização dos Coxibes, devendo estes ser prescritos na menor dose eficaz, durante o mais curto intervalo de tempo, a fim de evitar o riso associado ao tratamento prolongado. Torna-se assim premente a avaliação dos benefícios gastrointestinais e dos riscos cardiovasculares dos Coxibes, de modo a aferir a segurança da sua utilização. É esta a questão central do presente trabalho, que adicionalmente pretende abordar de forma transversal a classe dos Coxibes, através da revisão da sua evolução histórica, do seu mecanismo de ação e das suas características farmacocinéticas particulares. The non-steroidal anti-inflammatory selective cyclooxygenase-2 inhibitors (Coxibs) are drugs used in the treatment of pain and chronic inflammation, especially in pathologies of musculoskeletal origin, such as rheumatoid arthritis, osteoarthritis and ankylosing spondylitis. The Coxibs have as their main goal the selective inhibition of one of the of cyclooxygenase isoforms, COX-2, which regulates the production of the major prostanoids involved in the inflammatory process, pain and fever. There are clinical evidences that Coxibs can also act in preventing cancers and Alzheimer’s disease, due to induction of COX-2 in several tissues. Although Coxibs have similar therapeutic efficacy when compared with classic non-steroidal anti-inflammatory drugs, they demonstrated a significant decrease of gastrointestinal adverse effects, which are characteristic of this class. However, only after its commercialization it was possible to observe an increased cardiovascular risk associated with the treatment with Coxibs. The analyses of the VIGOR study raised the first doubts, but it were the results of the APPROVe study that led to the voluntary withdrawal of Vioxx® in September 2004, followed by the withdrawal of two more drugs of this class. The publication of several trials confirmed the overall increase in cardiovascular risk, including the risk of myocardial infarction, stroke, cardiac insufficiency and arterial hypertension, particularly in patients with a history of cardiovascular risk. Following these results, international agencies, FDA and EMA issued safety measures regarding the use of Coxibs, which must be prescribed at the lowest effective dose for the shortest periods of time, avoiding the risks of prolonged treatment. Evaluation of gastrointestinal benefits and cardiovascular risks of Coxibs is therefore mandatory, in order to check the safety of its use, and is the main issue addressed in this work. Additionally, a revision of the historical evolution, mechanism of action and pharmacokinetics characteristics of the Coxibs class is done.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas.
URI: http://hdl.handle.net/10284/3749
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_TaniaTavares.pdf786,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.