Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3708
Título: Hábitos alimentares e Saúde Oral das crianças
Autor: Guedes, Ana Raquel Leite
Orientador: Silva, Raquel
Palavras-chave: Crianças
Hábitos alimentares
Factores socioeconómicos
Saúde oral
Cáries dentárias
Children
Dietary habits
Socioeconomic factors
Oral health
Dental caries
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: A saúde oral é parte integrante e essencial para a saúde geral, sendo um factor determinante para a qualidade de vida. Assim, só existe um pleno estado de saúde, sempre que a cavidade oral se encontra ausente de enfermidades. Os desequilíbrios nutricionais possuem efeitos sobre o desenvolvimento dentário durante o período de formação, e pós-erupção, condicionando assim directamente a qualidade de vida da criança. Desta forma, o excesso de ingestão de certas substâncias podem ser factores de risco para a saúde, de tal modo que a diversidade na alimentação é extremamente relevante a fim de garantir a satisfação das necessidades do organismo. Os membros familiares exercem grande influência sobre o processo de educação das crianças, no que respeita a aquisição da bagagem social, cultural e educacional. No entanto, estudos revelam que a figura materna revela um papel de maior destaque no cuidado à saúde dos seus filhos, visto ser responsável pelas rotinas e higienização da criança. Ao longo deste trabalho foi possível observar patologias orais que têm como principal influência a ingestão de determinados alimentos ou bebidas. Contudo verificou-se que o grau de escolaridade dos encarregados de educação tem efeito sobre a selecção de alimentos, bem como conhecimentos e atitudes sobre a saúde geral e oral da criança. Oral health is an integral and essential to overall health, being a key factor in the quality of life. Therefore is only a full state of health, when the oral cavity is absent from illness. The nutritional imbalances have effects on tooth development during the training period, and post-eruption, thus conditioning directly the quality of life of the child. Due to the excessive intake of certain substances can be risk to health problems, so that diversity in the supply is extremely important to ensure meeting the needs of the organism. Family members have a great influence on the process of educating children, as regards the acquisition of social baggage, cultural and educational. However, studies show that the maternal has shows a greater role in health care for their children, since it is responsible for cleaning routines of the child. Throughout this work we observed that oral diseases have as their main influence eating certain foods or drinks. However, we found that the degree of education of the guardians has no effect on the selection of foods, as well as knowledge and attitudes about health and oral health of children.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/3708
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA HÁBITOS ALIMENTARES E SAÚDE ORAL DAS CRIANÇAS - 1.pdf620,19 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.