Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3702
Título: Alterações na cavidade oral provocadas pelo tratamento de radioterapia em pacientes com cancro de cabeça e pescoço
Autor: Ribeiro, Sara Isabel Macedo
Orientador: Santos, Lúcio Lara
Palavras-chave: Mucosite
Xerostomia
Dermatite
Disgeusia
Disfagia
Infecção secundária
Cárie por radiação
Trismo
Necrose dos tecidos moles
Osteorradionecrose
Efeitos colaterais da radioterapia
Radioterapia cabeça e pescoço
Radioterapia e glândulas salivares
Consequências da radioterapia
Factores de risco de cancro
Mucositis
Xerostomia
Dermatitis
Dysgeusia
Dysphagia
Secondary infection
Radiation caries
Trismus
Soft tissue necrosis
Osteoradionecrosis
Side effects of radiotherapy
Head and neck radiation therapy
Radiation therapy and salivary glands
Consequences radiotherapy
Risk factors for cancer
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: O cancro de cabeça e pescoço representa cerca de 10% dos tumores malignos a nível mundial, e anualmente são diagnosticados sensivelmente 500.000 novos casos em todo o mundo. A nível nacional, o cancro de cabeça e pescoço é uma neoplasia maligna relativamente frequente, sendo responsável por uma taxa de mortalidade elevada. No ano de 2005 e 2006 foram registados 10286 doentes no RORENO, e destes, 1240 eram referentes à cavidade oral e pescoço, sendo as principais localizações na glândula tiroideia, seguida da laringe, esófago, boca (que inclui a gengiva, o pavimento da boca, palato e o trígono retromolar), língua, amígdala, lábio, hipofaringe, nasofaringe, orofaringe e glândulas salivares. Não só o cancro oral produz alterações na cavidade oral, bem como a terapia utilizada para o tratamento dos diversos tipos de neoplasias. A radioterapia é uma das formas terapêuticas utilizada para o tratamento das neoplasias da cabeça e pescoço, porém apesar da sua eficácia esta modalidade terapêutica também promove alguns efeitos adversos, tais como a mucosite, xerostomia, dermatite, disfagia, disgeusia, infecções secundárias, cárie por radiação, trismo, necrose de tecido mole e osteorradionecrose. Estes efeitos colaterais decorrentes da radioterapia estão relacionados com a dose de radiação, a forma de administração, a extensão e a localização da área a ser irradiada, bem como a qualidade e poder de penetração da radiação e dos factores individuais do paciente. Deste modo, os danos da radiação podem manifestar-se gradualmente ao longo de muitos meses ou anos após o terminar do tratamento e/ou ocorrer meses depois do termino da terapia antitumoral. As complicações do cancro de cabeça e pescoço encontram-se entre as mais devastadoras a curto e a longo prazo, por afectarem as actividades humanas mais básicas, tais como alimentar-se e comunicar-se. Assim, é de grande importância que o Médico Dentista, a fim de minimizar os transtornos decorrentes da terapia antitumoral, examine o paciente antes de iniciar o tratamento antineoplásico, e inicie um programa de higiene oral e seja instruído sobre a importância desta higienização no decurso do tratamento oncológico. Assim sendo, é necessário uma equipa multidisciplinar, do qual o Médico Dentista faça parte, de modo a tornar mais digna a vida dos pacientes com este tipo de patologia, ou mesmo prevenir tais complicações surgidas devido à terapêutica. The head and neck cancer represents about 10% of malignant tumors worldwide, and are diagnosed annually substantially 500,000 new cases worldwide. Nationally, the head and neck cancer is a relatively common malignancy, accounting for a high mortality rate. In 2005 and 2006 were 10286 registered patients in RORENO, and of these, 1240 were related to the oral cavity and neck, and the main locations in the thyroid gland, followed by the larynx, esophagus, mouth (including gum, floor of mouth, palate and retromolar trigone), tongue, tonsil, lip, hypopharynx, nasopharynx, oropharynx and salivary glands. Not only oral cancer produces changes in the oral cavity as well as the therapy used for treating various types of neoplasms. Radiation therapy is one way used for the therapeutic treatment of cancers of head and neck, but despite its efficacy, this type of treatment also promotes some adverse effects, such as mucositis, xerostomia, dermatitis, dysphagia, dysgeusia, secondary infections, caries by radiation, trismus, soft tissue necrosis and osteoradionecrosis. These side effects resulting from radiotherapy are related to the radiation dose, the administration form, the extent and location of the area to be irradiated, and the quality and and the penetrating power of the radiation and the individual factors of the patient. This way, the radiation damage may occur gradually over many months or years after the end of the treatment and / or occur months after the end of antitumor therapy. Complications of head and neck cancers are among the most devastating in the short and long term, to affect the most basic human activities such as eating and communicating. Thus, it is very important that the dentist, in order to minimize the problems caused antitumor therapy, examine the patient before starting their treatment, and initiate a program of oral hygiene and instructed on the importance of hygiene during the cancer treatment. Therefore, it is necessary a multidisciplinary team, of which the dentist is an essential part, to make more worthy the life of patients with this type of pathology, or even prevent such complications arising due to therapy.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/3702
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Trabalho Final -Dissertação.pdf1,86 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.