Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3700
Título: Sucção digital
Outros títulos: implicações no desenvolvimento dentário
Autor: Mendes, Filipa Raquel da Silva
Orientador: Gabriel,Maria
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Durante os últimos dez anos, o número de estudos científicos em torno do tema sucção digital aumentou bastante. De facto, o interesse em ver esclarecidas questões pertinentes tem-se revelado um bom incentivo, apesar de ainda hoje existirem muitas controvérsias, quer nos resultados obtidos, quer na sua interpretação. Tudo começa pelo facto da sucção digital ser um hábito passível de ter início ainda na vida intrauterina. Mas, após o nascimento, tudo indica que o seu aparecimento está relacionado com uma insatisfação fisiológica de sucção, característica do bebé, que deveria ser saciada com a amamentação. No entanto, apesar de ser já uma premissa reconhecida pela Organização Mundial de Saúde de que a amamentação deve ser exclusiva e prolongar-se pelos primeiros seis meses de vida, a necessidade económica das famílias obriga a mãe a ter que trabalhar, impossibilitando-a de dispensar o tempo necessário para o bebé e levando a que não haja possibilidade de cumprir este tempo recomendado. Por outro lado, o conhecimento acerca das consequências que este hábito nocivo traz para o desenvolvimento dentário da criança nem sempre se revela positivo. Muitos pais desconhecem que o prolongar dos hábitos de sucção não nutritivos por uma idade superior a quatro anos vai dificultar o abandono do hábito e agravar ainda mais os efeitos orais negativos. É urgente determinar qual a melhor forma de ajudar na prevenção do desenvolvimento destes hábitos, mesmo sendo necessário adaptá-la a cada individuo, uma vez que não somos todos iguais e por isso uma solução encontrada para uns pode não ser a melhor para outros. During the past ten years, the number of scientific studies has raised. The need to clarify some relevant questions has become a good incentive, although there are still many controversies, either in the results or their interpretation. Everything starts with the fact that digital sucking is a habit with early intrauterine life. But, after birth, it seems that its appearance is related with the physiological suction dissatisfaction that should be satiated with breastfeeding. However, despite being a premise recognized by the World Health Organization that the breastfeeding need to be exclusive and have to extend up to six months of life, the family´s economical needs force mothers to go to work, making it impossible to dispense the necessary time to the baby and they can’t accomplish this recommended time. On the other hand, the knowledge of the consequences that this harmful habit brings to the child’s dental development is poor. Many parents don’t know that the extension of the non nutritive sucking habits aged over four years will hinder their removal and exacerbate the negative oral effects. It’s urgent to find out the best way to help in this habits prevention even that is necessary to adapt to each subject, once we aren’t all equal and therefore the solution to one may not be the best for other.
Descrição: Projeto de Pós Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária.
URI: http://hdl.handle.net/10284/3700
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sucção digital - implicações no desenvolvimento dentário.pdf622 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.