Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3647
Título: Informação das Mulheres sobre a Osteoporose
Autor: Nunes, Patrícia Sofia de Azevedo
Orientador: Abreu, Maria José
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: A osteoporose é considerada pela OMS como a epidemia silenciosa do Século e é actualmente um problema de saúde pública no mundo inteiro devido à sua alta prevalência e morbimortalidade, sendo a doença óssea mais comum nos adultos. A etiologia da perda de massa óssea é complexa, multifactorial, inclui hereditariedade, etnia, idade avançada, sexo feminino, baixo peso corporal, deficiência hormonal, excessivo consumo de álcool, inactividade física, tabagismo, e factores nutricionais. Não existe cura para a doença, mas o facto de a maioria dos factores de risco serem modificáveis torna a educação em saúde ideal para a osteoporose, para isso é fundamental uma informação correcta não só do doente mas dos familiares de modo a torná-los agentes multiplicadores do conhecimento. A pergunta de partida, inerente a este projecto de graduação é: Qual a Informação das mulheres a partir dos 50 anos de idade, sobre a osteoporose? O objectivo geral do estudo é o de conhecer a informação das mulheres a partir dos 50 anos sobre a osteoporose. O presente estudo é quantitativo, descritivo e transversal. Como instrumento de recolha de dados utiliza-se um questionário. A amostra é constituída por 30 mulheres do concelho da Trofa com idades a partir dos 50 anos. Os resultados indicam que 90% da população sente necessidade de mais informação sobre a osteoporose, 70% afirma que tem procurado informação sobre a doença e a maioria está consciente da importância da história familiar e do risco aumentado de fracturas ósseas. Identificaram-se como principais factores de risco as quedas frequentes (27%) a história familiar da doença e tratamento prolongado com corticóides (13%), perda de altura após os 40 anos (10%) e fracturas por pancada ou queda sem gravidade (7%). Nos comportamentos preventivos adoptados pelas mulheres a partir dos 50 anos, 93% têm uma ingestão adequada de cálcio, 83% passa mais de 10 minutos exposto à luz solar, 77% da amostra afirma praticar exercício físico regularmente e não possuir hábitos tabágicos (90%) ou alcoólicos (80%). Osteoporosis is considered by the WHO as the silent epidemic of the century and is currently a public health problem worldwide due to its high prevalence, morbidity and mortality being the most common bone disease in adults. The etiology of bone loss is complex, multifactorial, including heredity, ethnicity, age, female gender, low body weight, hormone deficiency, excessive alcohol consumption, physical inactivity, smoking, and nutritional factors. The sample consisted of 30 women in the county of Trofa, inserted in a risk group, females in postmenopausal age. There is no cure for the disease, but the fact that most risk factors are modifiable health education becomes ideal for osteoporosis, it is essential to accurate information of not only the patient but the family in order to make them aware and become multipliers of knowledge. The aim of this study was to know the information to women on the topic of osteoporosis and understand the extent to which influences their knowledge about the disease and adopting preventive behaviors. This study is quantitative, descriptive and transversal. As a tool for collecting data a questionnaire was used. The sample consisted of 30 women over 50 years old in the county of Trofa. The results indicate that 90% of the population feels need for more information on osteoporosis and 70% said it has sought information about the disease and most are aware of the importance of family history and increased risk of bone fractures. Were identified as major risk factors for frequent falls (27%) family history of illness and prolonged treatment with corticosteroids (13%), loss of height after 40 years (10%) and fractures by blow or fall without gravity (7%) In preventive behaviors adopted by women from the age of 50, 93% have an adequate intake of calcium, 83% spend more than 10 minutes exposure to sunlight, 77% of the sample says you exercise regularly and do not have smoking (90%) or alcohol (80%).
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/3647
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Patricia Nunes-Projecto Graduação Final.pdf826,59 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.