Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3579
Título: Socialização/interação entre pares de alunos com a Síndrome de Asperger, em contexto escolar
Autor: Simas, Filomena Maria Ávila e Cardoso dos Santos
Orientador: Pinto, Isabel Pereira
Palavras-chave: Síndrome de Asperger
Socialização
Interação
Escola
Inclusão
Asperger syndrome
Socialization
Interaction
School
Inclusion
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: A presente investigação versa a problemática de crianças referenciadas/diagnosticadas com a Síndrome de Asperger (SA), que apresentam grandes dificuldades de socialização/interação com os seus pares, ao iniciarem a escolaridade obrigatória. Perante esta problemática, os objetivos gerais deste estudo serão: conhecer o nível de interação social dos alunos portadores da Síndrome de Asperger (SA) com os seus pares, em contexto educativo e conhecer a perceção que os agentes educativos (pais, professores, auxiliares, coordenador de escola) têm da interação social entre alunos portadores e não portadores da SA. Para tal, realizaremos um conjunto de entrevistas, individuais, aos diferentes agentes educativos dos alunos referenciados/diagnosticados com SA e matriculados no 1º ano de escolaridade; aplicaremos testes sociométricos aos alunos da turma, onde estão inseridos alunos com SA, para avaliar o nível de interações sociais entre eles; analisaremos o Plano Anual de Atividades (PAA) e o Projeto Curricular de Turma (PCT), para verificarmos se existem, nesses documentos, atividades específicas destinadas a promover a interação entre pares, de alunos. Como resultado da aplicação posterior deste projeto, esperamos demonstrar que as interações sociais em contexto de escola, entre alunos portadores e não portadores da SA são inferiores à média das interações entre alunos ditos “normais” e que os interventores educativos têm uma perceção real da interação social entre alunos portadores e não portadores de SA. Embora, ao longo deste trabalho venha a ser sucessivamente realçado, o acentuado défice na interação entre pares das crianças portadoras da SA, a problemática da socialização encerra uma série de fatores extrínsecos às mesmas, que se inter-relacionam e que podem determinar o sucesso ou o fracasso dessas interações, fatores esses que nunca devem ser descurados pelos diferentes agentes educativos e pela escola instituição. The current investigation deals with the problematic of children referenced / diagnosed with Asperger Syndrome, presenting considerable difficulties in socializing / interacting with their pears, as they start mandatory school. Regarding this problematic, the main goals of this study are: getting to know the level of social interaction of the Asperger’s Syndrome (AS) students have with their pears in educational context and, build an idea of the main perceptions that educational agents (parents, teachers, school assistants and coordinators) have regarding the differences in these social interaction levels between students who have AS and the others. With that purpose, a set of individual interviews will be conducted with educational agents handling directly with students referenced/diagnosed with Asperger’s Syndrome, who are enrolled at the first year of the Portuguese mandatory schooling system. In parallel, sociometric tests, intended to evaluate the levels of social interaction among them will be applied to 1st year students inserted in classes with AS cases. Also, a documental analysis of the Annual Activity Plan and of the Class Curricular Project will be done, in order to verify if there are, in these documents, planned activities destined to promote the interaction between the students as pears. As a result of the future application of this project, one hopes to demonstrate that social interactions in schooling contexts, among students who have AS and those who have not are considerably lower than those exclusively among students without AS Secondly, it will try to establish that educational interveners have an accurate perception of the social interaction levels between AS students and the others. Although throughout this work, it is repeatedly enhanced that children with AS have a high deficit in their interaction level, the current problematic of socialization withholds a set of exogenous factors to this interaction, that are interconnected and that can determine their success or failure. Therefore, these factors should not be depreciated by the different educational agents or by the School as an institution.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, especialização em Domínio Emocional e da Personalidade
URI: http://hdl.handle.net/10284/3579
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_FilomenaSimas.pdf835,84 kBAdobe PDFVer/Abrir
ANEXOS_FilomenaSimas.pdf2,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.