Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3435
Título: Efeitos agudos da vibração corporal na performance do salto vertical
Autor: Costa, Ângela
Orientador: Seixas, Adérito
Palavras-chave: Salto vertical
Vibração corporal
Potência muscular
Vertical jump
Body vibration
Muscular power
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Introdução: O exercício vibratório é uma nova modalidade que surgiu na prática desportiva e reabilitação que tem sido utilizada frequentemente para ganhos de força e potência. O objectivo deste estudo é analisar a influência dos efeitos agudos da plataforma vibratória no desempenho do salto vertical. Metodologia: A amostra foi composta por cinquenta e quatro indivíduos (26 mulheres e 28 homens), com uma média de idades de 23,87±3,948 anos. Foi dividida aleatoriamente em dois grupos: o grupo experimental (exposto a vibração de 40Hz) e o grupo de controlo (sem vibração). Utilizando um Ergojump™ foi avaliada a altura de salto antes e depois da exposição à vibração e à exposição de controlo. Resultados: Não houve diferenças significativas entre nos dois momentos de avaliação da altura de salto. Os resultados são significativos no sexo masculino para a altura do salto vertical no grupo de controlo e no sexo feminino os valores são significativos no grupo experimental. Conclusão: A exposição a uma única sessão de vibração parece não influenciar na performance do salto vertical. Introduction: The vibration exercise is a new modality that has emerged in sports and rehabilitation that has been used frequently to gain strength and power. The aim of this study is to analyze the influence of acute effects of vibration platform in vertical jump performance. Methodology: The sample consisted of fifty-four subjects (26 women and 28 men) with a mean age of 23.87 ± 3.948 years. Was randomly divided into two groups: the experimental group (exposed to vibration of 40Hz) and control group (without vibration). Using a Ergojump ™ was assessed jump height before and after exposure to vibration, the exposure control. Results: There were no significant differences between the two time points for the jump height. The results are significant in males for the vertical jump height in the control group and female values are significant in the experimental group. Conclusion: Exposure to a single bout of vibration does not influence the performance of the vertical jump.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10284/3435
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_AngelaCosta.pdf274,07 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.