Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3322
Título: Ukraine and the security dilemma in action
Outros títulos: uncertainty and trust in foreign affairs at the post Soviet Era
Autor: Bulakh, Anna
Orientador: Sobral, Ivo
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: This dissertation overviews the premises of the current foreign politics of the postsoviet state Ukraine after twenty years of its independence. This work explores concepts of the Security Dilemma and Soft Power tracing the state of Foreign Affairs of Ukraine. The application of theories of the international relations gives us broaden picture of the deteriorating image of Ukraine in international politics. Using the theoretic hypotheses of Soft Power, interdependency and misperception altogether in contrast to the traditional hard dimension of Power makes this work distinguished from the majority of analyses on Ukraine. We intend to delve into the practical cases of the Nuclear disarmament of Ukraine, Gas disputes between Ukraine and Russia till today’s negotiations and Black Sea Fleet question as the striking examples of the Dilemma that leads Ukrainian government towards zero sum decisions. We will overview the main current events and decisions in the EU-Ukraine-Russia relations to develop approximate predictions of the future state of Ukrainian Foreign Affairs, this can create a ground for policy recommendations. The aim of the dissertation is to fulfill the gap in understanding the process by which Ukraine became a buffer zone and a grey hub between the EU and Russia. We wish also to analyze the gap between superficial political comments and distinguished them from academic practices and analyses. Esta dissertação tenciona oferecer uma visão geral do estado da atual política externa da Ucrânia como estado pós-soviético isto após vinte anos da sua independência. Este trabalho explora conceitos do Dilema de Segurança e Soft Power analisando o estado das Relações Exteriores da Ucrânia. A aplicação das teorias das relações internacionais oferece-nos uma amplia visão de deterioração da imagem da Ucrânia em política internacional. Usando as hipóteses teóricas do Soft Power, interdependência e erros de percepção completam o contraste com a dimensão tradicional do Hard Power tornam este trabalho distinto da maioria das análises existentes sobre a Ucrânia. Temos a intenção de aprofundar os casos práticos do desarmamento nuclear da Ucrânia, as disputas de gás entre a Ucrânia e Rússia até as negociações de hoje, e ainda a questão da Frota do Mar Negro; estes casos são exemplos marcantes do dilema que leva o governo ucraniano em direção decisões de soma zero. Faremos uma visão geral dos principais eventos e decisões nas relações UE-Ucrânia-Rússia para desenvolver previsões aproximadas do futuro das relações internacionais da Ucrânia, o que poderá criar uma base para recomendações políticas. O objetivo da dissertação é preencher a lacuna na compreensão do processo que tornou a Ucrânia numa zona de tampão e um zona cinzenta entre a UE e a Rússia. Pretende-se igualmente analisar e diferenciar entre comentários políticos superficiais e a metodologia de análise acadêmica.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais
URI: http://hdl.handle.net/10284/3322
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_24796.pdf2,96 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.