Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3306
Título: Os Ciganos de Carrazeda de Ansiães
Outros títulos: estudo sobre a Percepção da Situação Social
Autor: Pinheiro, Andrea Liliana Araújo
Orientador: Cardoso, João Casqueira
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Este estudo sobre os Ciganos de Carrazeda de Ansiães visa perceber as representações sociais que estes constroem de si próprios. O objectivo do trabalho é refletir sobre as representações sociais que os indivíduos da comunidade cigana constroem de si, relativamente ao acesso a serviços básicos e na relação que estabelecem com os não Ciganos. Para implementar esta pesquisa, foram analisados os contextos escolares, profissionais e o contexto mais largo das relações interétnicas, para determinar em que medida influenciam as representações de um conjunto de cinquenta indivíduos inquiridos e de seis indivíduos entrevistados sobre as suas realidades quotidianas. Dos dados recolhidos, e da análise qualitativa/quantitativa efectuada, sobressai um paradoxo: por um lado, os Ciganos de Carrazeda de Ansiães consideram que são globalmente bem vistos enquanto grupo (étnico) pela sociedade local envolvente; por outro lado, consideram-se igual e globalmente discriminados pela sociedade portuguesa, como resultado de alguns vetores sistémicos desfavoráveis ao acesso a bens sociais essenciais,sobretudo no emprego e na escola. This study on the Gypsies of Carrazeda de Ansiães aims at understanding the social representations that they construct on themselves. The objective is to reflect on the representations of individuals from the gypsy group build for themselves, in particular as a result of access to basic social needs, and through the relationship with the non-gypsies. In order to implement this research, the educational, professional and the wider inter-ethnic contexts have been analysed. This, in order to determine in what way they may influence the social representations of a set a 50 persons inquired and on six persons interviewed about their daily life. From the data collected, and the qualitative analysis done, it is possible to underline the following paradox: on one side, the gypisies of Carazeda de Ansiães consider that globally they are well esteemed as an (ethnic) group in their local environment. On the other side, they actually see themselves as equally globally discriminated, due to systemic vectors as barriers to the access to social goods, and mainly in the areas of employment and school.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Serviço Social
URI: http://hdl.handle.net/10284/3306
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_24487.pdf1,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.