Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3199
Título: Percepção da imagem corporal dos adolescentes
Autor: Silva, Raquel Alexandra Teixeira da
Orientador: Martins, Alice
Data de Defesa: 2012
Editora: [s.n.]
Resumo: Os indivíduos adolescentes deparam-se com diversas mudanças, quer a nível físico, quer a nível psicossocial, tendo por vezes dificuldades em lidar com essas modificações. Essas mudanças têm muitas vezes repercussões a nível da autoconfiança e auto-estima, que consequentemente se pode traduzir em vulnerabilidade nos próprios adolescentes. As alterações a nível da imagem corporal envolvem aspectos cognitivos, efectivos, sociais, culturais e motores. Associada à imagem corporal existe uma problemática e tendência, que não é apenas alertada por meios de comunicação social, mas também por profissionais de saúde, assim como é observável na nossa sociedade. Esta problemática muitas vezes intitulada “Epidemia do século XXI”, tem como nome: obesidade. É um problema actual nos países desenvolvidos, havendo já alguns registos de prevalência em adolescentes. Assim sendo, perante estas problemáticas, considerou-se pertinente efectuar um estudo com o tema “Percepção da imagem corporal dos adolescentes”, cujo objectivo geral é avaliar a percepção da imagem corporal dos adolescentes. Para que este objectivo fosse conseguido foi realizado um estudo do tipo descritivo simples, com uma abordagem quantitativa, a uma amostra de 61 adolescentes que frequentam o ensino secundário da Escola Secundária Carolina Michaelis e tem média de idades de 16,57±1,147anos. De modo a efectuar a recolha de dados foi aplicado um questionário nos dias 24 e 25 de Novembro de 2011. Com a realização deste estudo foi possível verificar a existência de uma prevalência de adolescentes com baixo peso (3,3%), sobrepeso (13,2%) e obesidade (8,2%). No entanto foi verificado que a maioria da população tem peso normal, cerca de 75,3%. A insatisfação com a imagem corporal foi, também, verificada na maioria dos adolescentes questionados (62,3%), assim como a concordância entre a imagem corporal percepcionada e a imagem corporal avaliada (73,8%). Através do Body Shape Questionnaire (BSQ) foi possível analisar que a maioria dos adolescentes não tem preocupação com a imagem corporal (72,1%). Teenagers are faced with several changes, be they physical or psychosocial, and at times have difficulties in dealing with these alterations. These changes can have repercussions on self-confidence and self-esteem, which consequently can affect the vulnerability of these teenagers. Changes to body shape are usually connected to cognitive, affective, social, cultural and motor factors. There is a problematic trend connected to body shape, attention has been drawn to this not only by the media but also by health professionals, and is visible to all society. This problem, frequently referred to as “Epidemia do Século XXI” (The 21st Century Epidemic) is called obesity. As mentioned before, this is a current problem in developed countries and some registers show that this is particular to teenagers. In the light of these problems, it seemed relevant to carry out a study on the issue of “Percepção da imagem corporal dos adolescentes” (Teenagers’ body image awareness). In order to complete this task, a simple descriptive study with a quantitative approach was carried out, a sample was taken from 61 secondary school teenagers, with an age average of 16.57 years, that attend Escola Secundária Carolina Michaelis. In order to get these responses, students were asked to answer a questionnaire on the 24th and 25th November 2011. This study confirmed the existence of teenagers with low body weight (3,3%), teenagers with excessive weight (13,2%) and obese teenagers (8,2%). However, results showed that most of the population have a normal body weight, round about 75,3%. Most of the teenagers who took part in this case study were dissatisfied with their body shape (62,3%), as well as this, there was a clear correlation between their perceived body image and the body shape assessed (73,8%). By using the Body Shape Questionnaire (BSQ), we were able
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/3199
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TG_19981.pdf989,67 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo I - IMC Raparigas.pdf41,42 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo I - Rapazes.pdf40,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.