Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3143
Título: BACC – Bateria de Avaliação de Comprometimento Cognitivo Estudos Psicométricos e Diferenciais
Autor: Rocha, Cátia Andreia Sousa
Orientador: Gomes, Inês
Palavras-chave: Adultos
Avaliação Neuropsicológica
BACC
Escolaridade
Adults
Neuropsychological Assessment
Schooling
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: A necessidade de se dispor de testes padronizados e adaptados aos diversos meios sócio-culturais e linguísticos assume-se fundamental no contexto da avaliação psicológica, em geral, e da avaliação neuropsicológica, em particular. Na verdade, a identificação de forças e de fraquezas em situação de disfunção neurológica ou de lesão cerebral, bem como a compreensão da natureza dos défices cognitivos exibidos, requer medidas específicas que atendam às características do sujeito e que se apresentem sensíveis a variáveis consideradas relevantes no processamento da informação, como é o caso da idade e da escolaridade. Neste quadro, e dada a escassez de provas de rastreio cognitivo global para o português, foi conduzido o presente estudo que teve como objetivos construir um instrumento neuropsicológico destinado a adultos – a BACC, Bateria de Avaliação de Comprometimento Cognitivo –, e avaliar o efeito da idade e da escolaridade no processamento cognitivo em sujeitos neurologicamente preservados. Assim foram desenvolvidas 58 tarefas que avaliam 8 funções cognitivas: a orientação, a atenção, a perceção, a memória, a linguagem, o cálculo, a praxia e as funções executivas. A BACC foi administrada a um total de 300 sujeitos, de ambos os sexos e sem história de doença neurológica. Estes sujeitos foram divididos equitativamente em grupos de acordo com a idade (40 – 64 anos vs. 65 – 90 anos) e a escolaridade (analfabetos, 1º ciclo, 2/3º ciclo, secundário e ensino superior). Globalmente, os resultados evidenciam boas qualidades psicométricas da BACC em termos de validade (correlações significativas com as Matrizes Progressivas de Raven, o MMSE e o Teste Breve de Avaliação Frontal), de fidelidade (correlações teste-reteste significativas) e de sensibilidade. Quanto aos estudos diferenciais, verificou-se que, no geral, os sujeitos mais novos obtiveram um melhor desempenho do que os mais velhos. Este efeito da Idade atingiu significância na maioria das tarefas (n = 38). Quanto à Escolaridade, as maiores dificuldades foram observadas no grupo dos analfabetos, tendo os sujeitos mais escolarizados, em particular os do Ensino Superior, obtido um melhor desempenho. Este efeito foi significativo em praticamente todas as tarefas (apenas em 4 tarefas – orientação pessoal, perceção visual, leitura de palavras e escrita por cópia – não foram observadas diferenças significativas entre os grupos). No seu conjunto, estes resultados sugerem boas qualidades psicométricas da BACC e sublinham a necessidade de se atender à escolaridade e à idade do sujeito na avaliação neuropsicológica. The need of having standardized tests adapted to different socio-cultural and linguistic backgrounds is essential in the context of psychological assessment, in general, and neuropsychological assessment, in particular. In fact, specific measures are required when the identification of a person’s strengths and weaknesses after neurological dysfunction or brain damage is concerned. These measures must address the person’s characteristics and must be sensitive to variables like age and schooling that are relevant for information processing, for a deeper understanding of the nature of the cognitive deficits exhibited. In this context, and due to the lack of global cognitive screening tests in Portuguese, this study aims to develop a neuropsychological battery for Portuguese adults – BACC, Bateria de Avaliação de Comprometimento Cognitivo –, and to evaluate the Age and Schooling effects on cognitive processing in neurologically preserved subjects. Fifty-eight tasks assessing 8 cognitive functions (orientation, attention, perception, memory, language, calculation, praxia and executive functions) were developed. Three-hundred subjects, of both genders and without history of brain damage, were observed. These subjects were divided into groups of the same size according to age (40 – 64 years vs. 65 – 90 years) and schooling (illiterates, 1-4, 5-9, 10-12 years of study and higher school). Overall, the results revealed good psychometric properties of BACC, in terms of validity (significant correlations with the Raven’s Progressive Matrices, the MMSE and the Frontal Assessment Battery), reliability (significant test-retest correlations) and sensibility. Regarding differential studies, it was observed that, in general, younger subjects had a better performance than older subjects. This Age effect was significant for the majority of tasks (n = 38). Concerning the School effect, the greatest difficulties were observed in the illiterate group, while the subjects with higher education levels, particularly the higher school group, achieved better results. This effect was significant for almost all the tasks (in 4 tasks only - personal orientation; visual perception, word reading and copy writing this effect didn’t reached significance). Overall, these results suggest good psychometric properties of BACC, and emphasize the need of take into account the Age and Schooling variables in neuropsychological assessment.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa, como parte dos requisitos para obtenção de grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia Clínica e da Saúde.
URI: http://hdl.handle.net/10284/3143
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_11756.pdf3,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.