Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3009
Título: Modulation of human lymphocyte proliferation by antibacterial drugs
Autor: Gomes, Ema
Esteves, Alexandra
Silva, Ricardo
Sousa, João Carlos
Cerqueira, Fátima
Palavras-chave: Antibacterial agents
Immunomodulation
Agentes antibacterianos
Imunomodulação
Data: 2010
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Revista da Faculdade de Ciências da Saúde. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa. ISSN 1646-0480. 7 (2010) 42-48.
Relatório da Série N.º: Revista da Faculdade de Ciências da Saúde;7 (2010)
Resumo: The aim of this work was to perform a systematic study of the interference of the different antibiotics with phytohaemaglutinin (PHA) stimulated human lymphocytes proliferation. Twelve antibiotics from different therapeutic classes were chosen: b-lactams (amoxicillin; ceftriaxone; imipenem), glycopeptides (vancomycin), aminoglycosides (gentamicin), macrolides (erythromycin), tetracyclines (tetracycline), rifampicin, quinolones (ciprofloxacin; nalidixic acid), sulfonamides (sulfamethoxazole) and nitrofuran (nitrofurantoin). Nitrofurantoin showed the strongest antiproliferative effect while tetracycline and rifampicin showed only moderate activities. All the other antibiotics were inactive even at the maximum concentration tested (100mg/ml). O objectivo do trabalho foi o estudo sistemático da interferência dos diferentes antibióticos com a proliferação de linfócitos humanos estimulados com fitohemaglutinina (PHA). Foram seleccionados doze antibióticos pertencentes a diferentes grupos terapêuticos: b-lactâmicos (amoxicilina; ceftriaxona; imipenemo), glicopéptidos (vancomicina), aminoglicosídeos (gentamicina), macrólidos (eritromicina), tetraciclinas (tetraciclina), rifampicina, quinolonas (ciprofloxacina; ácido nalidíxico), sulfonamidas (sulfametoxazole) e nitrofuranos (nitrofurantoína). A nitrofurantoína mostrou ser um potente inibidor da proliferação dos linfócitos enquanto a tetraciclina e a rifampicina apenas exibiram actividades moderadas. Nenhum dos outros antibióticos foi activo mesmo na concentração máxima testada (100 mg/ml).
URI: http://hdl.handle.net/10284/3009
ISSN: 1646-0480
Aparece nas colecções:FCS - Número 07 (2010)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
42-48.pdf184,9 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.