Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2959
Título: Análise transaccional, comunicação na família e insucesso escolar
Outros títulos: um estudo de caso
Autor: Almeida, Alexandre Frey Pinto de
Palavras-chave: Análise transaccional
Argumento
Insucesso escolar
Abandono parental
Desconfirmação
Transactional analysis
Argument
School failure
Parental neglect
Disconfirmation
Data: 2010
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Cadernos de Comunicação e Linguagem.ISSN 1647-3485. Vol 2 (2010) 61-72.
Relatório da Série N.º: Cadernos de Comunicação e Linguagem;Vol 02 (2010)
Resumo: Com base nas propostas de Eric Berne (1972), procedeu-se ao estudo do argumento (projecto de vida) dum rapaz de 11 anos ainda a frequentar o 3º ano de escolaridade, procurando-se explicar o caso segundo o paradigma da Análise Transaccional (A. T.), a técnica proposta por aquele autor. Um abandono parental a que foi sujeito desde a mais tenra idade poderá ter resultado numa desconfirmação persistente que poderia por sua vez levá-lo a adoptar com frequência comportamentos provocatórios e de fuga, numa complexa dialéctica com figuras parentais de substituição (sobretudo a avó) acentuadamente ambivalentes no seu modo de interagir com ele: um mandato do tipo “foge daí e une de novo os teus pais” (numa nova união conjugal mítica) poderia dar sentido a esta existência marcada pela negligência parental, terminando por ser transportado igualmente para a escola. O modelo da A. T. poderia então ser adequado à compreensão do insucesso escolar em casos análogos de famílias disfuncionais. Taking as a basis Eric Berne proposals (1972), a study of a script (plan of life) was undertaken, concerning a 11 year old boy who was still attending the 3rd grade, and an attempt is made toward an explanation of the case according to the paradigm of Transactional Analysis (T. A.) – the whole technique proposed by that author. A parental abandonment that he suffered since an early age may have resulted in persistent disconfirmation, which could in turn lead him to escape and adopt behaviours often provocative, in a complex dialectic with substitutive parental figures (especially Grandmother) markedly ambivalents in their interaction with him: some kind of mandate as “run away and attach your parents again” (in a new mythical conjugal union) could make sense of this existence marked by parental neglect, and could ultimately be also transported to school. The model of T. A. might then be appropriate in order to understand school failure in similar cases of dysfunctional families.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2959
ISSN: 1647-3485
Aparece nas colecções:Cadernos de Comunicação e Linguagem - Vol 02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
61-72.pdf146,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.