Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2861
Título: Avaliação do consumo de estatinas em Portugal entre 2000 e 2009
Autor: Freitas, Lara Filipa Ferreira de
Orientador: Carvalho, Márcia
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: As dislipidemias, juntamente com o tabagismo e a hipertensão arterial, são um dos mais importantes factores de risco de doença cardiovascular. Esta é a principal causa de morte nos países industrializados e em Portugal. Neste contexto, é de grande interesse estudar um grupo de fármacos – os antidislipidémicos – com efeito benéfico na prevenção/redução desta morbi-mortalidade. As estatinas, também conhecidas como inibidores da hidroximetilglutaril-coenzima A reductase (HMG-CoA redutase), são actualmente os fármacos mais usados na terapêutica medicamentosa das hiperlipidemias na prevenção primária e secundária da doença cardiovascular. Estes fármacos têm uma elevada eficácia, são considerados bastante seguros e potencialmente benéficos para a prevenção da aterosclerose e suas complicações. Levam sobretudo à diminuição do LDL-colesterol (LDL-c) e, secundariamente, à redução dos triglicéridos (TG) e aumento do HDL-colesterol (HDL-c). Actualmente estão disponíveis no mercado português a lovastatina, sinvastatina, pravastatina, fluvastatina, atorvastatina, rosuvastatina e, muito recentemente, a pitavastatina. Neste trabalho é feita uma revisão sobre as características farmacológicas das estatinas, no que diz respeito ao seu mecanismo de acção, farmacocinética, eficácia clínica, toxicidade, interacções medicamentosas, bem como as novas perspectivas terapêuticas. Outro objectivo deste trabalho foi o de avaliar a evolução do consumo de fármacos antidislipidémicos, especialmente de estatinas, em Portugal Continental no período de 2000 a 2009. Lipid disorders, along with smoking and hypertension are one of the most important risk factors for cardiovascular disease. This is the main cause of death in industrialized countries and in Portugal. In this context, is of great interest to study a group of drugs - lipid-lowering agents – with beneficial effect in the prevention/reduction of morbidity and mortality. Statins, also known as hydroxymethylglutaryl-coenzyme A reductase (HMG-CoA reductase) inhibitors are currently the most widely used drug in drug therapy of hyperlipidemia in primary and secondary prevention. They have a high efficiency, are considered quite safe and potentially beneficial for the prevention of atherosclerosis and its complications. Statins are prescribed mainly to the decrease LDL-cholesterol (LDL-c) and, secondarily, to reduce triglycerides (TG), increase HDL-cholesterol (HDL-c). Currently available in the Portuguese market includes lovastatin, simvastatin, pravastatin, fluvastatin, atorvastatin, rosuvastatin and pitavastatin. This paper aims to review the pharmacological properties of statins, with regard to its mechanism of action, pharmacokinetics, clinical efficacy, toxicity, drug interactions, as well as new therapeutic perspectives. Another objective of this study was to evaluate the evolution in the consumption of lipid-lowering drugs, especially statins, in Portugal between 2000 and 2009.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2861
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_15159.pdf2,91 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.