Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2834
Título: Obstáculos e factores promotores da procura de tratamento no alcoolismo
Autor: Rodrigues, Marta Alexandra Fernandes
Teixeira, Zélia
Palavras-chave: Obstáculos
Factores promotores
Tratamento
Dependência alcoólica
Obstacles
Factors promoters
Treatment
Alcohol dependence
Data: 2010
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Porto. ISSN 1646-0502. 7 (2010) 392-401
Relatório da Série N.º: Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais;7 (2010)
Resumo: A presente investigação encontra-se alicerçada em dois objectivos principais, caracterização do consumo de álcool e motivação para o tratamento. Desta forma, apresentamos os dados recolhidos entre Janeiro e Junho de 2009, numa amostra de 52 utentes da Unidade de Alcoologia do Porto, serviço de ambulatório, sendo 30 utentes do sexo masculino e 22 do sexo feminino. A amostra situa-se entre os 23 e os 62 anos, tendo como média de idade 44,6 anos. Através de uma entrevista semi-estruturada analisaram-se os motivos para procurar tratamento, obstáculos e factores promotores desta etapa, e consequências do consumo. Os resultados obtidos apontam para a necessidade de não se desvincular o background dos utentes do momento do pedido de ajuda e que, numa fase inicial, possivelmente seria mais produtivo explorar as consequências do consumo, ou seja, as experiências negativas que constituem o seu dia-a-dia, na medida em que, nesta fase a reflexão sobre as vantagens da abstinência é algo de difícil antevisão. Salienta-se ainda, que o reconhecimento e consciência das diferenças entre os sexos, pode ser usado como uma ferramenta na maximização da eficácia das intervenções. This research is based on two main objectives, a characterization of alcohol consumption and the motivation for treatment. This way, we present the data collected between January and June 2009, a sample of 52 patients of the Alcohology Unit of Porto, outpatient service, 30 of those being male users and the remaining 22 being females. The sample’s age range is between 23 and 62 years, and it’s average is 44.6 years. Through a semi-structured interview we have analyzed the reasons to seek treatment, barriers and factors that promote this step, and consequences of the abuse. Results point to the need not to unlink the background of patients at the time of the aid application and that, at an early stage, it would possibly be more productive to explore the consequences of the consumption, i.e. the negative experiences that make up their day-to-day, insofar as, at this stage the reflection on the benefits of abstinence is something difficult to preview at this stage. Noted that the recognition and awareness of the differences between the sexes can be used as a tool in maximizing the effectiveness of interventions.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2834
ISSN: 1646-0502
Aparece nas colecções:FCHS - Número 07 (2010)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
392-401.pdf683,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.