Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2792
Título: Adesão dos jovens do género masculino à consulta de Planeamento Familiar
Autor: Mendes, João Jorge Neves
Orientador: Guimarães, Conceição
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: Este trabalho realizado no âmbito da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, surge como o culminar de todo um processo pedagógico, que visa a obtenção do grau de licenciado em Enfermagem. O tema do presente estudo é “Adesão dos jovens do género masculino à Consulta de Planeamento Familiar”. Foi definida a seguinte questão de partida “Será que os jovens do género masculino aderem à Consulta de Planeamento Familiar?”. Sendo que como objectivos deste estudo avaliar a percentagem de adesão à Consulta de Planeamento Familiar dos jovens do género masculino, identificar as razões de adesão dos mesmos e os de não adesão. A população deste estudo foram os alunos do género masculino a frequentar a Licenciatura de Enfermagem e a Licenciatura de Medicina Dentária da Universidade Fernando Pessoa do Porto, durante os meses de Março e Abril de 2011. Sendo que a amostra foi constituída por 57 alunos dos respectivos cursos. De forma a responder a questão de investigação e atingir os objectivos proposto para este trabalho, foi realizado um estudo descritivo, transversal de abordagem quantitativa. Após a discussão de dados, conclui-se que a maioria dos jovens do género masculino não adere à Consulta de Planeamento Familiar, sendo que a principal razão porque os mesmos não aderem à consulta é “Não preciso”, seguido de “Informei-me com outros” e “Não tenho interesse”. Por outro lado, o principal motivo que levariam à adesão à consulta apontado é “Não ter necessidade de agendar consulta”. No entanto 33,3% dos questionados referem “Nunca pensei ou penso frequentar a Consulta de Planeamento Familiar”. Isto leva-nos a concluir que é necessário criar estratégias que cativem e motivem os jovens a aderir à consulta, assim como fornecer informação mais elucidativa e eficaz. This work performed under the Nursing Graduation at the Universidade Fernando Pessoa, appears as the culmination of an educational process aimed at obtaining a Nursing degree. The theme of this study is "Accession of the young male gender to family planning services." The starting question defined is "Do young male gender adhere to family planning services?". Since this study aims to assess the percentage of adherence to family planning services for young males, to identify the reasons for the same membership and not membership. The study population was male gender students attending the Nursing Graduation and Dental Medicine Graduation in Universidade Fernando Pessoa in Porto, during the months of March and April 2011. The sample consisted at 57 students from their courses. In order to answer the research question and achieve the objectives proposed for this study was a descriptive study, quantitative cross-sectional approach. After discussion of data, concludes that most young male gender doesn´t adhere to family planning services, and the main reason why they don’t adhere is "No need," followed by "I informed myself with others "and “I'm not interested." On the other hand, the main reason that led to join the pointed query is "No need to program consultation." However 33.3% of respondents refer that "I never thought or think attending family planning services." This leads us to conclude that it is necessary to create strategies that captivate and motivate young people to join the consultation, as well as provide more effective and elucidative information.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/2792
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_18068.pdf784,1 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.