Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2725
Título: Comportamento adoptado pelos alunos do 4º ano da Licenciatura de Enfermagem da UFP perante a Educação para a Saúde
Autor: Barros, Rayma Lilian Ferreira
Orientador: Martins, Alice
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: O presente trabalho insere-se no âmbito do plano curricular do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa. O tema abordado consiste no “Comportamento adoptado pelos alunos do 4º ano da Licenciatura de Enfermagem da UFP perante a Educação para a Saúde”. Actualmente, está demonstrado que muitos dos comportamentos de risco que provocam problemas de saúde estão relacionados com o estilo de vida adoptados pelas pessoas. A EpS é uma das ideologias que se pode adoptar para a fomentar a adaptação/modificação de comportamentos (Precioso, 2004). A EpS tem vindo a demonstrar que é um elemento base nos cuidados de enfermagem, em que “(…) a promoção de atitudes e comportamentos saudáveis tornou-se um dos componentes do atendimento de enfermagem em todos os contextos da prática profissional” (Carvalho e Carvalho, 2006, p.34). A pergunta de partida formulada do estudo é “ Qual o comportamento que os alunos do 4º ano da Licenciatura de Enfermagem da UFP assumem perante a EpS?”. Definida a problemática, opta-se por estudo descritivo-simples e transversal, com uma abordagem quantitativa. Foi aplicado um questionário, como instrumento de colheita de dados, a uma amostra de 44 estudantes. O tratamento de dados é efectuado com o programa Microsoft Office Excel 2007, para ambiente Windows. Após a análise dos resultados obtidos, constata-se que: a amostra é constituída maioritariamente por 70% de alunos de género feminino e a moda é de 22 anos; 32 alunos (72,7%) referem não ter sentido dificuldade na realização de EpS, mas dos 12 alunos (27,3%) que afirmaram possuir dificuldades, 33% apontou como causa principal a “Falta de tempo”. relativamente à necessidade de formação adicional quanto à realização de EpS, 52% da amostra considera ser “Reduzida”; quanto à importância que os alunos atribuem à EpS, nos diferentes níveis de cuidados predomina a maioria, com 50% da amostra que considera “Muito importante” a EpS na prevenção primária; quanto ao comportamento adoptado pelos inquiridos, através da “Escala de Práticas e Comportamentos de Educação para a Saúde ” (Bernardino et al, 2007), foi possível verificar que: - 50,5% considera que esclarece “frequentemente” as dúvidas e permite que a expressão de sentimentos seja exteriorizada pelo utente e pela família; - 47,7% da amostra incluí “frequentemente” a família no processo de EpS; - 50% considera que adequa “frequentemente” a linguagem direccionada ao doente na EpS, tendo em conta a sua situação social, crenças e valores; - 53,4% dos inquiridos considera que aconselha “frequentemente” o utente e família, no contexto de EpS; - 45,8% dos alunos considera que explica e exemplifica “frequentemente” os procedimentos ao utente na EpS; - 45,5% dos inquiridos considera que promove “frequentemente” espaços de reflexão ao utente e à família; - 52,7% dos alunos considera que executa a avaliação “frequentemente” dos resultados da EpS, tendo em conta a avaliação das aptidões e conhecimentos do utente e da família. This work falls within the curriculum of the 4th year of Nursing Degree from the University Fernando Pessoa. The subject consists on "The behavior adopted by students of 4th year of the Nursing Degree UFP before the Health Education”. Currently, there is evidence that many of the risky behaviors that cause health problems are related to the lifestyle adopted by the people. Health Education is one of ideologies that can be adopted to promote adaptation/modification of behavior (Precioso, 2004). The Health Education has shown that it is a basic element in Nursing care, in which “(…) the promotion of healthy lifestyles has become a component of Nursing care in all contexts of professional practice” (Carvalho e Carvalho, 2006, p.34). The main question formulated in the study is "What’s the behavior that the students of the 4th year of Nursing Degree UFP take before Health Education?”. After the definition of the problem, a simple and descriptive-cross study, with quantitative approach was choosen. A questionnaire was applied as a mean for collecting data in a sample of fourty-four students. Data processing is performed with the Microsoft Office Excel 2007 for Windows. After analyzing the results, was verified that:  the sample consisted mainly of 70% of female students in gender and the age mode is 22 years; 32 (72,7%) of the students surveyed stated they hadn’t difficulty when putting Health Education into practice. From the group of 12 (27,3%) students who had difficulty , 33% pointed as the main cause for the difficulty the "Lack of time"; In regard to the need for additional training to the implementation of Health Education, 52% of the sample considered to be "Low"; In concern to the importance students attach to the Health Education, at different levels of care the most prevalent, with 50% of the sample, considers that Health Education in primary prevention is "very important";  regarding the conduct of the respondents, through the "Scale Practices and Behaviors of Health Education" (Bernardino, A. et al, 2007), it was verified that: - 50,5% believes that clears the doubts "frequently" and allows the expression of feelings to be externalized by the user and the family; - 47,7% of the sample "frequently" included the family in the Health Education process; - 50% consider that "frequently" adequate language directed to the patient at the Health Education, taking into account their social situation, beliefs and values; - 53,4% of respondents consider counseling "frequently" the wearer and family in the context of Health Education; - 45,8% of students considered that explains and demonstrates "frequently" those procedures to the wearer in Health Education; - 45.5% of respondents consider that promotes "frequently" spaces of reflection to the wearer and the family; - 52.7% of students considered that "frequently" performs the evaluation of the results of Health Education, taking into account the evaluation of skills and knowledge of the wearer and the family.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/2725
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_16781.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.