Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2670
Título: Intervenções do enfermeiro para reduzir o medo das crianças na Enfermagem de Cuidados de Saúde Primários
Autor: Silva, José Eduardo Cardoso da
Orientador: Cardoso, Filomena
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: O medo é uma emoção básica, que prepara o nosso organismo para se defender perante as situações do perigo. Durante a infância a generalidade das crianças passará por sintomas de medo, podendo estes ser ou mais exacerbados dependendo do estímulo e das vivências anteriores. Desta forma, ao falarmos de medos, devemos encará-los enquanto emoção saudável, com uma função limitativa, assim concede-nos alguma segurança perante as situações. Assim sendo, iniciou-se um estudo acerca das “Intervenções do Enfermeiro para reduzir o medo das crianças na Enfermagem de Cuidados de Saúde Primários”, reconhecendo uma necessidade de desenvolvimento do processo científico, onde os enfermeiros têm um papel fundamental, para fazer crescer novos conhecimentos de forma a consolidar novas ideias. O presente trabalho inicia-se com uma questão de investigação que nos faz centrar na temática do medo das crianças, nomeadamente na identificação das principais estratégias para diminuir este sentimento. Neste sentido, o projecto de graduação em estudo tem como objectivos principais “Identificar as intervenções que os enfermeiros de Saúde Comunitária utilizam para reduzir o medo nas crianças” e “Saber se os enfermeiros da Saúde Comunitária utilizam estratégias para diminuir o medo da criança”, tendo participado neste estudo profissionais de Enfermagem, das Unidades Funcionais do Centro de Saúde da Senhora da Hora, em Matosinhos, com uma amostra de 20 Enfermeiros. Tendo sido utilizado um estudo quantitativo, descritivo transversal e optando por efectuar como instrumento de recolha de dados um questionário para um método de investigação quantitativo. Após a recolha de dados realizados e a sua análise verificou-se que todos os Enfermeiros utilizam estratégias para reduzir os medos das crianças nos cuidados de saúde primários, sendo que as estratégias que utilizam com mais frequência são: “Envolver o acompanhante na explicação do procedimento”, “Explicar os procedimentos com calma e de acordo com a idade” e “Proporcionar um ambiente acolhedor e informal”. Com o presente estudo foi possível verificar o quão importante é a investigação como processo de desenvolvimento da Enfermagem para com a prática e baseados na ciência se consiga evoluir e dar o contributo nas políticas de saúde. Fear is a basic emotion that prepares our body to defend against situations of danger. During childhood, the majority of children will experience symptoms of fear, and these may be exacerbated or more depending on the stimulus and previous experiences. Thus, when we talk about fears, we must face them as healthy emotion, with a limited function, and gives us some confidence in the face of situations. Thus began a study of the "Nurse Interventions to reduce fear of children in Nursing Primary Health Care", recognizing a need for development of the scientific process, where nurses have a key role, to grow new knowledge in order to consolidate new ideas. This work begins with a research question that makes us focus on the theme of fear of children, including the identification of the main strategies to reduce this feeling. In this sense, the project of graduate study aims primarily to "Identify the interventions that nurses use of Community Health to reduce fear in children" and "Whether the Community Health nurses use strategies to reduce the fear of the child" participated in this study nursing professionals, the functional units of the Health Center Senhora da Hora, Matosinhos, with a sample of 20 nurses. Having used a quantitative, cross-sectional and choosing to perform as an instrument of data collection a questionnaire for a quantitative research method. After data collection and analysis carried out showed that all nurses use strategies to reduce children's fears in the primary health care, and the strategies they use most often are: "Engaging in the accompanying explanation of the procedure" "Explain the procedures calmly and according to age" and "Providing a welcoming and informal atmosphere." With this study we observed how important research and development process to nursing practice and science-based and can evolve to provide the input in health policy.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/2670
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_18503.pdf1,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.