Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2639
Título: Lesões Músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho em Fisioterapeutas
Autor: Moreira, Cláudia Daniela Campos Macedo
Orientador: Seixas, Adérito
Palavras-chave: Lesões músculo-esqueléticas
Lesões ocupacionais
Fisioterapia
Musculoskeletal disorders
Occupational injuries
Physical Therapy
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: Objectivo: Verificar a incidência de Lesões Músculo-Esqueléticas Relacionadas com o Trabalho (LMERT) em Fisioterapeutas, nos últimos 12 meses, relacionando com o género e área de actuação do Fisioterapeuta, assim como, identificar as possíveis causas destas lesões, as implicações da dor no trabalho e as actividades desencadeantes da lesão. Metodologia: A amostra foi constituída por 47 fisioterapeutas pertencentes a instituições privadas da região Norte. O instrumento utilizado foi um questionário, englobando questões sócio-demográficas e uma adaptação do Questionário Nórdico Músculo-Esquelético (QNM). Resultados: 93,62% dos fisioterapeutas afirmaram ter LMERT, sendo que as áreas mais afectadas foram a coluna cervical (83,3%) e a coluna lombar (64,3%). Verificou-se que o sexo feminino e os fisioterapeutas que actuam na área da neurologia têm maior predisposição para desenvolver LMERT. A possível causa, centrou-se na realização de força, levando a implicações como deixar de executar posturas/técnicas que causavam dor. A transferência de pacientes foi a principal actividade desencadeante de lesões. Conclusão: Os resultados sugerem uma grande incidência de LMERT em fisioterapeutas, sendo necessário encontrar soluções para diminuir esta problemática. Objective/Purpose: The purpose of this study was to determine the incidence of Work-Related Musculoskeletal Disorders (WMD) on Physiotherapists in the last 12-months, relating that with gender and operation area of the physiotherapist, as well as identify possible causes of these injuries, the implications of pain in diary work and determine the activities that cause these injuries. Methods: The sample was comprised 47 physiotherapists belong to private institutions of the North of Portugal. The instrument used was a questionnaire, covering characteristics socio-demographic and an adaptation of the Nordic Musculoskeletal Questionnaire (QNM). Results: 93.62% of Physiotherapists reported WMD and the areas most affected were the cervical spine (83.3%) and the lumbar spine (64.3%). It was found that feminine audience and the physiotherapists working in the field of neurology are more susceptible to develop WMD. The realization of the force was appointed as a possible cause of pain; Because of that, some techniques / postures were no longer performed by the physiotherapists. The main cause of these lesions was the transfer of patients. Conclusion: The results suggest a high incidence of WMD in physical therapists, being necessary to find solutions to ease this problem.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2639
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_17986.pdf506,94 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.