Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2629
Título: Estudo sobre os sistemas de instrumentação utilizados no tratamento endodôntico não cirúrgico
Autor: Correia, Daniela Patrícia Lopes
Orientador: Guimarães, Duarte
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: O objectivo deste trabalho foi realizar um estudo sobre os sistemas de Instrumentação canalar utilizados no Tratamento Endodôntico não Cirúrgico, através de questionários aplicados a Médicos Dentistas (MD) do Norte de Portugal. O tipo de estudo presente neste trabalho é considerado observacional-descritivo transversal, pois tem como objectivo fornecer informação acerca da população alvo e os dados foram recolhidos num único momento. A amostra deste estudo (amostra de conveniência) é constituída por 84 MD que exercem Medicina Dentária em consultórios geográficamente localizados no Norte de Portugal, tendo os mesmo sido selecionados aleatoriamente. Convém desta forma referir que o universo de MD com consultório no distrito do Porto é de 1496. Os questionários foram entregues nos consultórios entre os meses de Janeiro e Julho de 2011, sendo que a maioria dos mesmos foram devolvidos numa data posterior. Os dados do presente estudo foram inseridos no programa Microsoft Office Excel 2007 para se proceder à análise dos dados, elaboração de tabelas e gráficos. O cruzamento de dados e cálculos dos coeficientes não paramétricos Qui-quadrado com grau de confiança (p) foi realizado através de um calculador epidemiológico disponível em <http://www.openepi.com/OE2.3/menu/openEpiMenu.htm>. Os resultados indicaram que a maioria dos MD realizam Tratamento Endodôntico não cirúrgico (98,80%). A maior percentagem de MD utilizam a técnica de instrumentação normalizada (34,94%). As técnicas Step-back e Crown-down são utilizadas na maioria por MD jovens. A conjugação de instrumentos manuais e mecanizados é a preferência de 72% dos MD inquiridos. As limas K, H e NiTi (28,05%) são as mais populares entre os profissionais inquiridos. O sistema de instrumentação ProTaper foi o que referiram conhecer a maioria dos participantes (31%). Em relação ao sistema de instrumentação que utilizam a maioria respondeu utilizar o sistema ProTaper (40,52%).Uma grande percentagem de MD respondeu não utilizar nenhum sistema de instrumentação (21,55%). Desta forma pode concluir-se que apesar da maior percentagem de MD utilizar sistemas de instrumentação canalar no Tratamento Endodôntico não cirúrgico, ainda há um grande número de profissionais a não usar estes sistemas. Sendo assim pode conclui-se que os MD ainda têm tendência a utilizar instrumentos convencionais no Tratamento Endodôntico não cirúrgico. The aim of this work was make a study about the Instrumentation Systems of root canals used non surgical endodontic treatment, through questionnaires aplied to Dentists in north of Portugal. The kind of the study in this work is considered a observational, descriptive and transversal because have as aim give information about the target population and all the data were collect in a single moment. The sample of this study (convenience sample) is composed by 84 Dentists (MD) that perform in clinics located in north of Portugal. All dentists were randomly selected and the universe of dentists for this study is 1496. The questionnaires were delivered in the clinics between January and July of 2011, with the majority of them sent back in a later date. All the data of this study was inserted in the program Microsoft Office Excel 2007 to allow data analysis and the elaboration of all tables and graphs. The crossing data and the coefficients calculation non parametric Chi-squared with a degree of confidence (p) was accomplished using a epidemiological calculation available in http://www.openepi.com/OE2.3/menu/openEpiMenu.htm. The results indicated that the most MD perform non-surgical Endodontic Treatment (98,80%). The highest percentage of MD use the standard technique instrumentation (34,94%). The techniques Step-back and Crown-down are mostly used by young MD. The combination of manual and mechanized is the preference of 72% interviewees MD. The files K, H and Ni-Ti (28,05%) are most popular among professionals surveyed. The majority of the interviewees (31%) reported know the instrumentation system Pro Taper. Regarding the instrumentation system using the majority answered using the ProTaper system (40.52%). A large percentage of MD said not to use any instrumentation system (21.55%). Thus it can be concluded that despite the higher percentage of MD use canal systems instrumentation in non-surgical Endodontic Treatment, there is still a large number of professionals that not use these systems. So can conclude that the MD still tend to use conventional instruments in non-surgical Endodontic Treatment.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/2629
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_15553.pdf2,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.