Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2615
Título: A última queda e relação com a independência nas actividades da vida diária em idosos institucionalizados
Autor: Gonçalves, Inês Saraiva Antunes
Orientador: Abreu, Verónica
Palavras-chave: Quedas
Adultos seniores
Consequências
Independência
Institucionalização
Falls
Elderly
Consequences
Independence
Institutionalization
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: As quedas em adultos séniores são muito frequentes e as suas consequências podem alterar significativamente o estado de saúde. Como fisioterapeutas e mediante o aumento da população sénior, devemos não só ajudar a prevenir as quedas, como evitar consequências mais graves após estas. Este estudo teve como objectivo estudar as consequências do último episódio de queda e a relação deste com a independência nas actividades da vida diária em adultos séniores institucionalizados. O estudo foi realizado em quatro instituições do grande Porto com a aplicação de um questionário sócio-demográfico e da escala de Barthel (EB) em 35 adultos séniores com média de idade de 83,17 ± 7,43 anos, sem alterações cognitivas diagnosticadas. Os resultados encontram-se de acordo com as referências bibliográficas, apesar de entre a data do último episódio de queda e a independência nas actividades da vida diária não existir correlação significativa (P>0,05). Encontraram-se diferenças significativas entre EB e o estado de saúde, a dependência pós queda, a dificuldade em se movimentar após a queda e a insegurança na realização de actividades sozinho. Sugerem-se estudos com maiores dimensões amostrais e melhor caracterização do evento de queda. The falls in elderly people are very frequent and their consequences may significantly affect quality of life. As physiotherapists and with the increase of elderly people, we should not only help preventing falls, but also avoid their more serious consequences. The aim of this study was to investigate the consequences of the last episode of falling and its relation with the independence on activities of daily living in institutionalized senior adults. The study was realized in four institutions in Porto with the application of a socio-demographic questionnaire and the Barthel (EB) scale in 35 senior adults with a mean age of 83.17 ± 7.43 years, without diagnosed cognitive pathologies. The results are in accordance with the references to the bibliography, but between the last episode of falling and independence on activities of daily living no significant correlation was found (P>0,05). However significant differences where found between EB and health status, post-fall dependence, harder to move after the fall and insecurity in doing activities alone. Further investigation with larger samples and better characterization of the fall’s event are suggested.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2615
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_18653.pdf1,7 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.