Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2592
Título: Influência da Diabetes Mellitus no processo de osteointegração
Autor: Pereirinha, Catarina Isabel da Silva
Orientador: Nóbrega, Ana Rita
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: With the evolution of implants as surgical resource’s and the increasing demand and requirement of the population regarding the acquirement of function and aesthetic harmony, dentists are faced with the need to satisfy patients requirements. In fact, due to the increase of patients with various systemic diseases such as Diabetes Mellitus (DM), it becomes extremely important to carry out a detailed clinical history in order to identify possible contraindications for this type of treatment in diabetic patients. The DM includes a group of metabolic disorders characterized by hyperglycemia in response to a full or relative insufficiency of insulin, due to low production by the pancreas, or lack of response of the peripheral tissues. Traditionally, diabetes is classified into two clinical entities based on etiology: type 1 or insulin dependent and type 2 or noninsulin-dependent. However, a type 2 diabetic patient may at some stage of their illness, require exogenous insulin for metabolic control. This disease affects the healing process, bone formation and remodeling. With this literature review it was concluded that the success of osseointegration of dental implants may be obtained in individuals with DM, since the patient is monitored with blood glucose levels (HbA1C <7), and is administrated with antibiotics before and after surgery and also prescription of mouthwash chlorhexidine 0.12% for two weeks after surgery. Com a evolução dos implantes, como recurso cirúrgico e com a crescente procura e exigência da população relativamente à obtenção de função e harmonia estética, os médicos dentistas deparam-se com a necessidade de satisfazer os requisitos impostos. De facto, devido ao acréscimo de pacientes com várias doenças sistémicas, como a Diabetes Mellitus (DM), torna-se de extrema importância, a realização de uma história clínica detalhada e pormenorizada, de modo a verificar possíveis contra-indicações para este tipo de tratamento em pacientes diabéticos. A DM abrange um grupo de distúrbios metabólicos que se caracteriza por hiperglicemia em resposta a uma insuficiência total ou relativa de insulina, devido a uma baixa produção pelo pâncreas, ou por carência de resposta dos tecidos periféricos. Classicamente, a diabetes é classificada em duas entidades clínicas baseadas na sua etiologia: tipo 1 ou insulino dependente e tipo 2 ou não insulino-dependente. Todavia, um paciente diabético tipo 2 pode, em alguma fase de sua doença, necessitar de insulina exógena para o seu controle metabólico. Esta doença compromete o processo de cicatrização, formação e remodelação óssea. Com esta revisão bibliográfica foi possível concluir que o sucesso da osteointegração de implantes dentários pode ser obtida em indivíduos com DM, desde que o paciente se encontre com os níveis glicémicos controlados (HbA1C <7), haja a administração de antibióticos antes e após a cirurgia e ainda a prescrição de bochechos de clorexidina a 0,12% durante duas semanas após o procedimento cirúrgico.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2592
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_16594.pdf435,8 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.