Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2543
Título: Influência do treino dos músculos inspiratórios na capacidade ventilatória no período pós-operatório de colecistectomia laparoscópica
Autor: Santos, Ana
Orientador: Lumini, José António
Palavras-chave: Treino dos músculos inspiratórios
Cirurgia abdominal
Colecistectomia laparoscópica
Cuidados pré-operatórios
Fisioterapia
Inspiratory muscle training
Abdominal surgery
Laparoscopic cholecystectomy
Preoperative care
Physical therapy
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: Objectivo: Verificar a influência do treino pré-operatório dos músculos inspiratórios na capacidade ventilatória após cirurgia abdominal. Metodologia: Dez pacientes com diagnóstico de litíase vesicular propostos para cirurgia abdominal, foram divididos aleatoriamente em grupo controlo e grupo experimental. Cinco pacientes do grupo experimental foram instruídos a realizar um programa de treino domiciliário dos músculos inspiratórios com o Threshold IMT a 20% da pressão máxima inspiratória. Ambos os grupos realizaram uma avaliação espirométrica pré e pós-cirurgicamente. Resultados: Observaram-se diminuições significativas da capacidade vital lenta inspiratória e do pico de fluxo expiratório no pós-operatório do grupo controlo. Não existiram diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos no período pósoperatório. Conclusão: Ainda que sem significância estatística, o IMT parece exercer uma influência positiva na força e endurance dos músculos inspiratórios pois os parâmetros espirométricos do grupo experimental não diminuíram de forma significativa como no grupo controlo. Objective: To verify the influence of the preoperative inspiratory muscle training in the ventilatory capacity after abdominal surgery. Methodology: Ten patients with gallstones proposed for abdominal surgery were randomly divided into control group and experimental group. Five patients in the experimental group were asked to perform inspiratory muscle domiciliary program with the Threshold IMT at 20% of the maximum inspiratory pressure. Both groups perform a spirometric evaluation pre and post-surgically. Results: Significant decrease in the control group in slow inspiratory vital capacity and peak flow expiratory postoperatively. There were no statistically significant differences between groups in the postoperative period. Conclusion: Although without statistic differences, the IMT seems to have a positive influence on strength and endurance of the inspiratory muscle since the spirometric parameters in the experimental group did not decrease significantly as in the control group.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2543
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_17744.pdf75,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.