Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2508
Título: O Enfermeiro e a Doença Oncológica
Outros títulos: intervenção e importância do apoio psicológico emocional
Autor: Peixoto, Hugo Amândio Marques
Orientador: Marvão, Jorge
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: Robert G. Fenton e Dan L. Longo (2005) afirmam que as duas características essenciais das células cancerosas consistem no seu crescimento descontrolado e na capacidade de metastizar. O fenótipo maligno de uma célula representa o resultado final de uma série de alterações genéticas que removem a defesas que restringem o crescimento celular e que induzem novas características que permitem a metastização. Estas alterações genéticas podem ocorrer através de mutação pontual, amplificação genica, rearranjo de genes ou alterações epigenéticas, como metilação alterada do gene. Após transformação maligna, a cinética de crescimento das células assemelha-se à de células normais, porém sem regulação. Segundo Macedo, Andrade, Moital, Moreira, Pimental, Barroso, Dinis, Afonso e Bonfill (2008), o cancro é uma das principais causas de morte, sendo que o número de casos diagnosticados tende a aumentar gradualmente. De acordo com a Comissão Coordenadora do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil (2008), no mesmo ano foram diagnosticados 33052 novos casos de tumores malignos. O presente trabalho insere-se no âmbito da unidade curricular Projecto de Graduação e Integração à Vida Profissional, do 4ºano da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, e o tema abordado é “O Enfermeiro e a Doença Oncológica – Intervenção e Importância do Apoio Psicológico e Emocional”. O principal objectivo deste estudo é a realização de uma revisão da literatura na área de enfermagem oncológica, procurando responder às seguintes questões de investigação: (1) Qual o impacto da doença oncológica a nível clínico, emocional e psicológico no paciente?; (2) Qual a importância do enfermeiro no processo de prestação de cuidados de saúde?; (3) Qual a intervenção dos serviços de enfermagem nos efeitos mais clínicos da doença oncológica (Apoio a realização de cirurgias, radioterapia e Quimioterapia)?; (4) Qual o papel do enfermeiro ao nível do apoio psicológico e social dos pacientes com cancro?; (5) Quais as formas de suporte profissional e social junto das famílias de pacientes com doença oncológica? Robert G. Fenton and Dan L. Longo argue that two characteristic features define a cancer: unregulated cell growth and tissue invasion/metastasis. Unregulated cell growth without invasion is a feature of benign neoplasms, or new growths. The malignant phenotype of a cell represents the end result of a series of genetic changes that remove the defenses that restrict cell growth and induce new features that enable metastasis. These genetic changes can occur through mutation, gene amplification, gene rearrangements or epigenetic changes, such as altered gene methylation. After malignant transformation, the kinetics of cell growth resembles that of normal cells, but without regulation. According to Macedo, Andrade, Moital, Moreira, Pimental, Barroso, Dinis, Bonfill and Afonso (2008), cancer is a major cause of death, and that the number of diagnosed cases tends to increase gradually. According to the Coordinating Committee of the Portuguese Institute of Oncology Francisco Gentil (2008), were diagnosed in the same year 33,052 new cases of malignant tumors. This work falls within the scope of the course Project Graduation and Integration Professional Life, 4th year of Nursing Degree from the University Fernando Pessoa, and the subject is "The Nurse and Oncology Disease - Intervention and Importance of the Psychological Support and Emotional ". The main objective of this study is to perform a review of the literature in the area of oncology nursing. to answer the following questions: (1) What is the impact of the malignant disease at the clinical level, emotionally and psychologically in the patient?, (2) What is the importance of nurses in the process of providing health care?, (3) What the intervention of nursing services in most clinical effects of malignant disease (supporting the holding of surgery, radiotherapy and chemotherapy)?, (4) What is the role of nurses in terms of psychological and social support of patients with cancer?, (5) What forms of social and professional support in families of patients with cancer?.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Enfermagem.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2508
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T_16744.pdf552,85 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.