Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2495
Título: Estudo dos efeitos de paracetamol em parâmetros reprodutivos e comportamentais de Daphnia magna
Autor: Rodrigues, Fernanda Margarida Silva Cardoso
Orientador: Nunes, Bruno
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: Nas últimas décadas a contaminação de origem antropogénica dos ecossistemas aquáticos tem vindo sucessivamente a aumentar. Em consequência, fármacos e seus resíduos são frequentemente detectados em ecossistemas aquáticos. A concentração crescente de resíduos de fármacos em ecossistemas aquáticos tem vindo a reunir cada vez mais interesse, quer por estar a sofrer um aumento em quantidade e variedade, quer pela toxicidade que pode provocar nos organismos aquáticos, criando a necessidade da avaliação do seu efeito nestes ecossistemas. Daphnia magna é um organismo teste amplamente utilizado em Ecotoxicologia na avaliação da toxicidade de substâncias químicas, tendo sido a espécie escolhida para a realização deste estudo. Assim, e em virtude de uma ausência de estudos em número suficiente para caracterizar a resposta ecotoxicológica que deriva da exposição ao anti-inflamatório paracetamol por via ambiental, foi estabelecido como objectivo do presente estudo avaliar os efeitos deste composto sobre juvenis do organismo padrão Daphnia magna. Para este efeito, realizaram-se testes padronizados de toxicidade aguda e crónica, com concentrações conhecidas do fármaco. Os resultados obtidos, sugerem que o paracetamol tem um efeito de toxicidade aguda sobre o crustáceo com valores de LC50 às 24 horas de 0,328 mg/l (+/- 0,104 mg/l). Sugerem também um efeito deletério na alimentação e reprodução de Daphnia magna, pois verificou-se um decréscimo significativo da taxa reprodutiva em todas as concentrações utilizadas, e também um decréscimo na taxa de alimentação na mais alta concentração utilizada. In few decades anthropogenic contamination of aquatic ecosystems has been significantly increased. Consequently, drugs and their residues are commonly found in aquatic ecosystems. The increasing concentration and variety of pharmaceutical residues in aquatic ecosystems has increased the scientific interest, either due to the increase of these residues in aquatic ecosystems, but also as a consequence of the potential toxicity that they may cause in aquatic organisms. This enhances the need to evaluate the effect of these compounds in aquatic ecosystems. Daphnia magna is commonly used as test organism in Ecotoxicology, for the assessment of the toxicity of chemicals, and was the species chosen for the present study. Therefore, and due to a lack of a suitable number of studies characterizing the ecotoxicological response derived from the environmental exposure to the anti-inflammatory drug paracetamol, our primary objective was to evaluate the effects of this compound on Daphnia magna juveniles. To attain this purpose, were observed the acute and chronic toxicity elicited by the mentioned compounds, following exposures to known concentrations of the drug. The obtained results suggested that paracetamol evidenced an acute toxic effect on the crustacean with LC50 values at 24 hours of 0.328 mg/l. They also suggest a deleterious effect on feeding and reproduction behaviors of Daphnia magna, as there was a significant decrease in reproductive rate at all concentrations used, and also a decrease in the feeding rate for the highest tested concentration.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/2495
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_14730.pdf715,89 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.