Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2452
Título: Impacte ambiental dos medicamentos
Autor: Pinto, Elsa Ariana
Orientador: Dinis, Maria Alzira
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: O aumento do consumo de produtos farmacêuticos é uma realidade nas sociedades mundiais, e está intimamente relacionado com a crescente contaminação do meio ambiente por estes compostos e seus derivados. A presença destas substâncias nos diversos ecossistemas representa uma grande preocupação ambiental devido à possível interferência nos diversos sistemas ecológicos. Um dos fatores importantes a ter em consideração é a diversidade de fontes de contaminação. Com efeito, não podemos limitar-nos à utilização humana dos fármacos. Os usos veterinário, agrário e industrial destas substâncias devem igualmente ser considerados como fontes antropogénicas de contaminação. Acresce ainda que, apesar das concentrações individuais das diversas substâncias farmacológicas serem usualmente reduzidas - uma vez que são substâncias biologicamente ativas e presentes no meio ambiente na forma de misturas - com possíveis consequentes interações, os efeitos perniciosos exercidos sob o componente biótico dos ecossistemas são bastante significativos. Por outro lado, não obstante o tempo de semivida dos fármacos ser normalmente curto, o seu uso contínuo, e por vezes indiscriminado, favorece uma exposição ininterrupta destes com o meio ambiente. De facto, e apesar da preocupação crescente relativamente ao destino, vias de transporte e efeitos dos diversos fármacos, entre os quais devem ser sempre incluídos os de uso humano e veterinário bem como os resíduos industriais, os estudos que se debruçam sobre o impacte ambiental em organismos não-alvo são escassos. Acrescente-se ainda que a maioria dos estudos toxicológicos efetuados com o intuito de avaliar a ecotoxicidade das substâncias farmacêuticas e o seu impacte nos ecossistemas são, regra geral, ensaios Impacte ambiental dos medicamentos IV agudos usualmente restritos à ação de cada substância isoladamente e sem ter em consideração os seus possíveis metabolitos. Tendo todas estas condicionantes em consideração verifica-se que esta é uma área onde ainda existe muito trabalho para efetuar de forma a que, num futuro tão próximo quanto possível, seja exequível minimizar este tipo de contaminação ambiental. The increasing consumption of pharmacological products is shared by every society worldwide and it is intimately related with the growing environmental contamination by their chemical compounds. The occurrence of such substances in the different bionetworks represents an ecological concern due to its interference with the diverse biological systems. One of the main factors to consider is the diversity of contamination sources. In fact, we cannot limit this ecological concern to the medications destined to human use. The veterinarian, agrarian and industrial use of these substances should also be taken into account. It is also important to notice that, although present in lower concentrations, such substances are biologically ative and are present in the environment as mixtures that are subjected to possible interactions, with potential increased negative effects on the biota. Although the pharmacological products, generally, possesses a short half-life, their continuous use, sometimes carelessly, subjects the environment to a continuous exposure. Indeed, and despite a growing concern about the destination, transport paths and adverse effects of the diverse pharmacological products, which include those of human, veterinarian, industrial and scientific usage, studies that estimate the true ecological impact in non-target organisms are still very limited. It should as well be taken into account that the majority of such studies are normally restricted to the acute effects of an isolated compound without taking into consideration their possible metabolites. Having all these aspects into consideration it is possible to say that there is still much work to be done before effectively reducing environmental contamination in a short period of time.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2452
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_16860.pdf896,77 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.