Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2445
Título: Proposta de uma Arquitectura de Informação para a Secção de Obras Particulares do Município de Penacova
Autor: Sá, Filipe Alexandre Almeida Ningre de
Orientador: Rocha, Álvaro
Palavras-chave: Arquitectura de Informação
Tecnologias Informação
Sistemas de Informação
Município
Information Architecture
Information Technology
Information Systems
Municipality
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: Longe está o tempo em que os Munícipes se deslocavam à Câmara Municipal para entregar, consultar ou simplesmente levantar um processo. Hoje, também pelas necessidades legais, eles exigem ter acesso à informação de uma forma mais rápida e eficaz. A Administração Pública Local enfrenta pois um desafio no âmbito da modernização administrativa, procurando estimular a aproximação dos Munícipes à Autarquia e, ao mesmo tempo, promover a desmaterialização dos processos. Este trabalho surgiu da necessidade denotada por estas mudanças, pelo que se propôs um estudo com a finalidade de encontrar uma arquitectura de informação adequada para a Secção de Obras Particulares do Município. A arquitectura de Informação desempenha um papel importante na função dos Sistemas de Informação, uma vez que permite manter uma visão global dos seus vários aspectos. Para atingir o objectivo proposto foi aplicado o método BSP da IBM com a sua adaptação por Luís Amaral e João Varajão, na sua versão de 2007, ao estudo do caso da Secção de Obras Particulares do Município de Penacova. Foi assim elaborada e concebida a arquitectura da informação para a Secção de Obras Particulares do Município de Penacova, sendo definidos oito grupos de processos (Administração, Atendimento, Saneamento processo, Licenciamento, Alvarás, Acompanhamento Obra, Licença Utilização e Arquivo). Na fase seguinte, foram identificados os principais problemas e definidas as prioridades e recomendações a implementar. Todo o trabalho foi realizado com recolha de informação real e em contexto de trabalho. The time when citizens went to the City Council to deliver, consult or simply obtain a process is long since past. Today, not only due to legal requirements, they demand access to information more quickly and effectively. The Local Public Administration is also facing a challenge under the administrative modernization and wants to bring citizens closer to the municipality, promoting at the same time the dematerialization of processes. This work arose from the given necessity of these changes; as a result, it has been proposed a study with the aim of finding a suitable information architecture for the Private Works Section of the Municipality. The architecture of an information system plays an important role in the function of information systems, since it enables us to keep an overview of its various aspects. To achieve the proposed goal, it was used IBM‟s BSP method with an adaptation by Luís Amaral and John Varajão in its 2007 version of the case study of the Private Works Section of the Municipality of Penacova. Therefore, the information architecture for the Private Works Section of the Municipality of Penacova was developed and designed, being defined eight groups of processes (Administration, Reception, Proceedings, Licensing, Permits, Work Monitoring, License for Use and Archive). In the following stage, the main problems were identified and the priorities and recommendations to be implemented were defined. All work was performed with real data collection and in real work context.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Informática, especialização em Sistemas de Informação e Multimédia.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2445
Aparece nas colecções:FCT (DCEA) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_17499.pdf2,81 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.