Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2440
Título: Ginseng (Panax ginseng)
Outros títulos: mito ou verdade científica?
Autor: Fernandes, Ana Verina Faria
Orientador: Silva, Branca
Carvalho, Márcia
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: O ginseng (Panax ginseng) é uma espécie botânica utilizada há milhares de anos pela Medicina tradicional chinesa para aumentar a longevidade e melhorar a qualidade de vida. A planta medicinal (fármaco) é constituída pelas raízes secas (inteiras ou fragmentadas) de plantas com 4 a 6 anos de idade, quando o seu teor global de ginsenósidos (saponósidos triterpénicos tetracíclicos poli-hidroxilados) - a principal classe de compostos bioactivos do ginseng - atinge a concentração máxima. Estudos científicos parecem indicar que o ginseng aumenta a capacidade de resistência às doenças, à fadiga e ao stress. Estão ainda descritas as suas actividades antiviral, antiagregante e antioxidante e de tónico cardíaco. As acções manifestadas por esta planta medicinal originaram a criação de um novo grupo de fármacos denominados de adaptogénios. Estes produtos são caracterizados por serem capazes de normalizar lentamente o organismo, quando este se encontra sob stress ou com as resistências naturais diminuídas por infecções, ou mesmo quando haja perda de vitalidade física e intelectual por efeito do envelhecimento. Contudo, é de referir que o uso continuado deste fármaco pode originar a “síndrome de abuso do ginseng”, com efeitos idênticos aos causados pelo emprego de corticosteróides tais como nervosismo, insónia, hipertensão arterial, urticária e diarreia matinal. Este trabalho pretende rever a literatura científica disponível no que concerne aos estudos científicos já realizados ao ginseng, em particular os relacionados com os seus ginsenósidos e respectivas actividades biológicas. Ginseng (Panax ginseng) is a botanical species used for thousands of years by traditional Chinese medicine to increase longevity and improve life quality. The medicinal plant (drug) is constituted by the dry roots (whole or in fragments) from 4 to 6 years old plants. At that age, their overall content of ginsenosides (polyhydroxylated tetracyclic triterpenoid saponins) - the main class of bioactive compounds in ginseng - reaches its maximum. Scientific studies seem to indicate that ginseng increases the resilience to disease, fatigue and stress. Other activities reported are antiviral, antiaggregant, antioxidant and cardiotonic. The actions expressed by this medicinal plant originated the creation of a new group of drugs named adaptogens. These drugs can slowly rebalance the human body when stressed or with a diminished resistance due to infections. They can also be used when physical or intellectual vitality is somewhat decreased due to aging. However, the prolonged use of this drug can lead to “ginseng abuse syndrome”, causing identical effects to those observed with the use of corticosteroids including nervousness, insomnia, hypertension, skin eruptions and morning diarrhea. This paper aims to review the available scientific literature regarding the studies already conducted with ginseng, especially ones associated to its ginsenosides and their corresponding biological activities.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2440
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_18468.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.