Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2404
Título: Relevância da Periodontologia na Ortodontia
Autor: Gaspar, Inês de Carvalho
Orientador: Pinho, Mónica Morado
Data de Defesa: 2011
Editora: [s.n.]
Resumo: Introdução: Nos últimos tempos, o número de pacientes adultos que pretende realizar tratamento ortodôntico tem vindo a aumentar substancialmente. Muitos desses adultos, porém, sofrem de doença periodontal, o que irá condicionar o tratamento ortodôntico. Objectivo: O presente estudo pretendeu avaliar se existem, ou não, diferenças na abordagem terapêutica de pacientes adultos que necessitam de tratamento ortodôntico, entre Médicos Dentistas (MD) que exercem Ortodontia em exclusividade, MD que não exercem Ortodontia em exclusividade e/ou MD que não exercem ortodontia. Material e Métodos: MD que exercem Ortodontia em exclusividade e MD que não exercem Ortodontia em exclusividade e/ou MD que não exercem Ortodontia foram inquiridos. Os inquéritos, constituídos por 13 perguntas de resposta obrigatória, a maioria de múltipla escolha e de resposta rápida, tiveram como principal objectivo avaliar a abordagem dos MD perante as situações enunciadas. Foram enviados por via electrónica em Abril, tendo sido dadas seis semanas para resposta, findas as quais os inquéritos foram retirados da plataforma digital. Resultados: Dos 500 MD abordados apenas 86 reponderam ao inquérito. Destes, apenas 11 referiram exercer Ortodontia em exclusividade, tendo todos frequentado pós-graduação na área especificada. No que concerne à avaliação periodontal relativamente ao exercício ou não de ortodontia em regime de exclusividade, verificou-se que todos os MD consideram que o tratamento periodontal prévio ao tratamento ortodôntico tem relevância no resultado final; dos MD com prática exclusiva em Ortodontia, 82% encaminham os seus pacientes adultos ao periodontologista, em oposição aos 52% dos MD que não exercem Ortodontia em exclusividade e/ ou MD que não exercem Ortodontia; a maioria dos MD considera que em pacientes periodontais que estão a realizar tratamento ortodôntico, a frequência das consultas de tratamento de suporte periodontal deve ser de 3 em 3 meses. Conclusões: Apesar de as diferenças não serem estatisticamente significativas a abordagem terapêutica de MD que exercem Ortodontia em exclusividade, MD que não exercem Ortodontia em exclusividade e/ou MD que não exercem ortodontia é distinta. Introduction: On the past few years, the number of adult patients pretending orthodontic treatment has been growing. However, many of those patients have active periodontal disease which will make the treatment impossible. Purpose: This review pretends to evaluate if there are any differences on the clinical approach of periodontal disease on adults who require orthodontic treatment, between Dentists who exclusively practice orthodontics and Dentist who don’t practice orthodontics exclusively. Methods: An inquiry was made to Dentists who exclusively practice orthodontics and Dentist who don’t. The inquiries had 13 questions; the majority of them had multiple choices to chose from and some quick answer questions. The main goal was to evaluate the clinical approach of the dentist to the given situations. All inquiries were sent electronically on April and a period of 6 weeks was given for receiving all the responses. Results: From the 500 inquiries sent, 86 clinicians have responded. From this number, only 11 have reported to exclusively exercise Orthodontics at their clinics, all having attended graduate school in the specified area. Regarding to periodontal evaluation between those who exclusively practice Orthodontics and general dentists, it was found that all dentists consider that periodontal treatment prior to orthodontic treatment has relevance in the final result; from those with exclusive practice of Orthodontics, 82% refer their patients to the Periodontologist, while only 52% of the general dentists do so. The majority of dentists believe that periodontal patients who are undergoing orthodontic treatment must attend periodontal support every 3 months. Conclusion: Although the differences were not statistically significant, therapeutic approaches between orthodontic specialists and general dentists is distinct.
Descrição: Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2404
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
T.pdf778,2 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.