Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2393
Título: As savanas africanas do céu
Outros títulos: a guerra infinita contra a fauna sobrenatural
Autor: Curado, Manuel
Data: 2011
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa. CTEC – Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência
Citação: Consciências. Porto. ISSN 1645-6564. 4 (2011) 131-139.
Relatório da Série N.º: Consciências;4
Resumo: A vida humana parece procurar o Outro obsessivamente. Eis alguns exemplos desta obsessão: umas pessoas estão interessadas em conhecer a natureza através da ciência, isto é, em conhecer objectos que não foram feitos por elas próprias; outras pessoas interessam-se por seres sobrenaturais e organizam as suas vidas em clubes de interesses comuns chamados ‘religiões’; outras pessoas não parecem ter nada de interessante a fazer nas suas vidas privadas e dedicam-se a perscrutar as anomalias do mundo, as regiões entre a natureza e o sobrenatural; outras pessoas gostam muito de inventariar os contactos com hipotéticos seres inteligentes não humanos. Nenhuma destas actividades humanas realiza o interesse humano mais radical. A ciência, a religião e a curiosidade dos que procuram seres não humanos por esse universo fora são actividades menores da humanidade. Estas pessoas (cientistas, religiosos e curiosos) dobram a espinha e fazem uma vénia ao que eles próprios não criaram. Isto é uma degradação do humano. Não é possível pensar em nada tão indigno da humanidade quanto uma vida de crianças grandes que se entretêm com brinquedos, mesmo que esses brinquedos tenham sido feitos por Deus. Eis alguns argumentos para defender estas ideias.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2393
ISSN: 1645-6564
Aparece nas colecções:Consciências- Nº 04

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
131-139.pdf79,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.