Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/2272
Título: Factores de risco cardiovascular, hábitos alimentares e o consumo de chocolate em indivíduos adultos
Autor: Melo, Guida Filipa Gonçalves
Orientador: Silva, Raquel
Palavras-chave: Doenças Cardiovasculares
Factores de Risco
Hábitos alimentares
Chocolate
Cardiovascular Disease
Risk Factors
Eating habits
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: As doenças cardiovasculares (DCV) são causadas por distúrbios do coração sendo o processo fisiopatológico mais comum a acumulação de gorduras nos vasos sanguíneos. Representam uma importante causa de incapacidade, considerando-se a principal causa de morte no mundo (17 milhões de mortes em 2005). Em Portugal aparecem também como a causa número um de mortes (31,9% de óbitos em 2009). Os factores de risco (FR), conhecidos como causas que aumentam a probabilidade de ocorrência de um determinado evento, antecedem em vários anos as DCV. Associam-se a estas mais de trezentos FR, sendo que, os que apresentam uma elevada prevalência nas populações, detêm um impacto significativo e independente no risco de AVC e DIC e são modificáveis ou passíveis de controlo, surgem como principais. Destacam-se a Diabetes Mellitus (DM), excesso de peso, obesidade, sedentarismo, tabagismo, dislipidemias, HTA e alimentação inadequada, designando-se por FR modificáveis. Neste estudo pretendeu-se averiguar numa amostra (n=100), com idades compreendidas entre os 18-83 anos, a existência dos supra-citados FRCV, relacionando os mesmos com o consumo de chocolate. Evidenciou-se o consumo de chocolate negro, dado que evidências científicas lhe conferem propriedades cardioprotectoras. Apesar de 86% da amostra assumir um consumo de chocolate dos quais 52,30% consumia unicamente chocolate negro não se verificou, no entanto, através do presente estudo, um efeito cardioprotector para este. Apurou-se ainda que 58% da população estudada possuía um IMC superior ao estabelecido como normal (≥25); a inactividade física, sedentarismo, está presente em 53% da amostra; maioritariamente os hábitos alimentares são desajustados, dado que 86% da amostra revela um número insuficiente de refeições diárias e apresenta uma ingestão inadequada de porções dos grupos da NRA ( =3,64). Verificou-se uma relação causal entre o consumo de bebidas alcoólicas e os hábitos tabágicos, entre a Obesidade Central e um menor número de refeições assim como entre um IMC ≥25 e um maior consumo do grupo de cereais e derivados, tubérculos. Cardiovascular diseases (CVD) are caused by disorders of the heart being the most common physical pathology process of fat accumulation in blood vessels. Represent a major cause of disability, considering the leading cause of death worldwide (17 million deaths in 2005). In Portugal also appear as the number one cause of deaths (31.9% of deaths in 2009). Risk factors (RF), known as the causes that increase the probability of an event, several years prior to CVD. These are associated with more than three hundred FR, and those who have a high prevalence in populations, have a significant and independent risk of stroke (Stroke) and IHD (Ischaemic Heart Disease) and are changeable or subject to scrutiny, emerge as major. Most notable are the Diabetes Mellitus (DM), overweight, obesity, sedentary lifestyle, smoking, dyslipidemia, hypertension (hypertension) and improper diet, referring to modifiable by FR. This study aimed to examine a sample (n = 100) aged between 18-83 years, the existence of the above-mentioned cardiovascular risk factors, relating them to the consumption of chocolate. Showed the consumption of dark chocolate, since scientific evidence confer cardioprotective properties. Although 86% of the sample assuming a chocolate consumption of which 52.30% consumed only dark chocolate was not the case, however, by the present study, a cardioprotective effect for this. It was found that 58% of the population had a BMI (Body Mass Index) greater than that established as normal (≥ 25), physical inactivity, sedentary lifestyle, is present in 53% of the sample, mostly eating habits are unsuitable, given that 86% of the sample reveals an insufficient number of daily meals and presents an inadequate intake of portions of the groups of the NRA (New Food Wheel) (= 3.64). There was a causal relationship between alcohol consumption and smoking habits, between Central Obesity and a smaller number of meals as well as between a BMI ≥ 25 and a higher consumption of Cereals and derivatives, tubers.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Ciências Farmacêuticas.
URI: http://hdl.handle.net/10284/2272
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MONO_12919.pdf776,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.