Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1981
Título: O impacto do processo de RVCC de Nível Básico na auto-estima e na auto-aprendizagem
Outros títulos: um estudo quasi-experimental
Autor: Vieira, Susana Maria Veiga de Sousa
Orientador: Neves, Sílvia Pina
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: O processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) assenta numa metodologia de Balanço de Competências e numa Abordagem Autobiográfica, que permite ao adulto que nele participa conhecer as suas potencialidades e competências, a nível pessoal e profissional, e simultaneamente, desenvolver um maior auto-conhecimento, bem como uma maior autonomia no que diz respeito à sua formação e aprendizagem (Gomes, Umbelino, Martins, Oliveira, Bentes & Abrantes, 2006). Assim, dada a importância que este processo parece ter ao nível do desenvolvimento de dimensões pessoais relacionadas com o conhecimento de si próprio, com a estima pessoal e com a capacidade de aprender, realizámos um estudo quasi-experimental com grupos de controlo não equivalentes separados (cf. Campbell & Stanley, 1963), com o objectivo de avaliar o impacto do processo de RVCC de Nível Básico nos níveis de auto-estima e de auto-aprendizagem dos adultos. Neste estudo participaram 118 adultos, de dois Centros Novas Oportunidades (CNO) da área metropolitana do Porto, que se encontravam organizados em três grupos: um Grupo Experimental (GE), composto por 34 Adultos em Processo, que foi submetido a um processo de RVCC e dois Grupos de Controlo não equivalentes separados, compostos respectivamente por 42 Adultos Inscritos (GC1) e 42 Adultos Certificados (GC2). Os instrumentos utilizados incluem a Escala de Auto-Estima de Rosenberg (1965), a Escala de Auto-Aprendizagem (Lima Santos & Faria, 1998) e Questionários Sócio-Demográficos. Foram realizadas diversas análises estatísticas (teste t para amostras emparelhadas, análise de variância multivariada – MANOVA – e correlação de Pearson) utilizando o SPSS 17.0 for Windows. Os resultados obtidos mostram que são encontradas diferenças significativas quando se analisam os níveis de auto-estima e de auto-aprendizagem antes e depois do grupo experimental ser submetido ao processo de RVCC, e as comparações feitas com os dois grupos de controlo apoiam esta diferenciação. Globalmente, estas evidências sugerem que a participação num processo de RVCC de Nível Básico tem um impacto positivo nos níveis de auto-estima e de auto-aprendizagem dos adultos.--- The Recognition, Validation and Certification of Competences (RVCC) process is based on a methodology of Competence Appraisal and on an Autobiographical Approach, which allows the adult to recognize his/her potential and skills, both personally and professionally, and simultaneously to develop a greater self-awareness, and greater autonomy regarding to his/her training and learning (Gomes, Umbelino, Martins, Oliveira, Bentes & Abrantes, 2006). Thus, according to the importance that the RVCC process seems to have in the development of personal dimensions related to self-knowledge, to self-esteem and to ability to learn, we have done a separate sample pretest-posttest control group design study (cf. Campbell & Stanley, 1963), in order to evaluate the impact of the Basic Level of RVCC process in the adults’ self-esteem and self-learning competence levels. Participants were 118 adults of two Centros Novas Oportunidades (CNO) of the metropolitan area of Porto organized into three groups: an experimental group (EG), composed by 34 Adults in Process, submitted to a RVCC process, and two separate non-equivalent control groups, with 42 Admitted Adults (CG1) and 42 Certificated Adults (CG2), respectively. Instruments used were the Rosenberg Self-Esteem Scale (Rosenberg, 1965), the Self-Learning Scale (Lima Santos & Faria, 1998) and several Socio-Demographic Questionnaires. Several statistical procedures were done (Paired Samples t test, Multivariate Analysis of Variance – MANOVA –, and Correlation Analysis using Pearson’s Correlation) using SPSS 17.0 for Windows. The results show significant differences considering the levels of self-esteem and self-learning competence before and after the experimental group being submitted to the RVCC process, and the comparisons made with the two control groups give support to this differentiation. Mainly, these evidences suggest that the participation in a Basic Level RVCC process has a positive impact on the adults’ levels of self-esteem and self-learning competence.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia da Educação e Intervenção Comunitária.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1981
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_998.pdf2,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.