Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1967
Título: Profissionais da Saúde e a Vacinação como Mecanismo de Prevenção de Infecção
Autor: Ribeiro, Daniella Monteiro
Orientador: Magalhães, Ricardo
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: Actualmente a vacinação é um dos métodos mais eficazes para a prevenção de infecção. Graças à vacinação, muitas doenças que anteriormente apresentavam uma elevada taxa de morbilidade e mortalidade encontram-se nos dias de hoje controladas e, segundo dados da DGS, a Varíola é actualmente a única doença humana completamente extinta, marco esse, conseguido através de uma imensa campanha de vacinação. Apesar disso, a vacinação é ainda vista com alguma desconfiança, um exemplo recente é a vacina contra o vírus da gripe A pandémico, que foi posta em causa por parte da população, inclusive pelos profissionais da saúde. Sendo assim, este estudo teve como objectivo investigar a importância que os profissionais da saúde dão à vacinação como mecanismo de prevenção de infecção. Para este estudo foi escolhido como amostra 60 profissionais da saúde (20 enfermeiros + 20 médicos + 20 auxiliares de acção médica) do Hospital Santa Maria Maior – EPE, Barcelos. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório. Como método de colheita de dados optou-se por uso de questionários, que foram distribuídos de forma aleatória aos profissionais da saúde, durante o período de tempo de 01 a 15 de Março de 2010. Através dos resultados obtidos pode-se concluir que os profissionais da saúde consideram a vacinação como o mecanismo de prevenção de infecção menos relevante. O principal motivo que levou os profissionais da saúde a se vacinarem contra o vírus da gripe A (H1N1) pandémico foi como protecção pessoal. Por outro lado as dúvidas relativas à eficácia da vacina foram o principal motivo de recusa da toma da vacina.--- Vaccination is currently one of the most effective methods for preventing infection. Thanks to immunization, many diseases that previously had a high rate of morbidity and mortality are today controlled and, according to the DGS, smallpox is currently the only human disease completely extinguished, this fact, achieved through a massive vaccination campaign. Nevertheless, vaccination is still viewed with some suspicion, a recent example is the vaccine against influenza A (H1N1) virus pandemic, which was challenged by the population, including by healthcare professionals. Thus, this study aimed to investigate the role that health care professionals give the vaccination as a preventive mechanism of infection. For this study sample was chosen as 60 healthcare professionals (20 nurses + 20 physicians + 20 medical assistants operational), Hospital Santa Maria Maior - EPE, Barcelos. This is a descriptive-exploratory study. As a method of data collection, we chose to use a questionnaire that was distributed randomly to healthcare professionals. Through the results we can conclude that healthcare professionals considerer vaccination as a preventive mechanism of infection less relevant. The reason why healthcare professionals to be vaccinated against flu virus A (H1N1) pandemic was as personal protection. On the other hand doubts about the effectiveness of the vaccine were the main reason for refusing to take the vaccine.
Descrição: Projecto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/1967
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MONO_17160.pdf1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.