Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1932
Título: Mudança dos hábitos de vida das pessoas com diagnóstico de hipertensão arterial
Autor: Gomes, Rita Catarina Alves
Orientador: Serra, Ana
Palavras-chave: Hipertensão arterial
Mudança de hábitos de vida
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: SUMÁRIO A Hipertensão Arterial é a principal causa de morbilidade e mortalidade em Portugal, apresentando assim um grave problema de saúde pública, podendo deixar sequelas irreversíveis no indivíduo se não for detectada e tratada atempadamente. Uma vez diagnosticada a HTA (Hipertensão Arterial), o passo seguinte deve ser o seu tratamento e controlo, para que as suas consequências sejam reduzidas, e assim aumentar a qualidade de vida. No tratamento, é sempre importante a adopção de hábitos de vida saudáveis, função que passa, na sua maioria, pela intervenção de enfermagem. Estas constatações justificam a pertinência do presente trabalho monográfico sobre as Mudanças dos Hábitos de Vida nas Pessoas com Diagnóstico de Hipertensão Arterial. Tendo em conta a problemática em questão, optou-se por um estudo do tipo quantitativo descritivo simples. Utilizou-se o processo de amostragem não probabilística por redes (ou bola de neve). Como método e instrumento de colheita de dados utilizou-se um questionário de aplicação directa. Este estudo foi realizado a uma amostra seleccionada de 38 pessoas com diagnóstico de HTA, residentes no concelho de Monção. Os dados foram tratados estatisticamente através do programa Microsoft Excel. Pode verificar com os resultados do estudo que a maioria das pessoas com diagnóstico de HTA são do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 69 anos e os 77 anos, com escolaridade baixa, casados, com um IMC ≥ 30 kg/m2 (obesos), na sua maioria reformados e domésticas, tendo-lhe sido diagnosticada HTA nos intervalos de idade entre os 45 anos e os 54 anos e os 65 anos e ao 74 anos, referem utilizar medidas como medicação, redução da ingestão de sal e gorduras no controlo da HTA e avaliar a tensão arterial (TA) uma vez por mês na consulta médica ou em casa. Relativamente à alimentação referem utilizar os produtos naturais e o sal para temperar e para confeccionar os grelhados e os cozidos. Os enlatados a maioria refere não utilizar, enquanto que referem utilizar os fumados e as conservas uma a duas vezes por mês. As gorduras, a sua maioria refere não utilizar óleo de soja/girassol, manteiga, margarina e banha de porco, preferindo o azeite. A sopa, verduras, peixe e fruta referem utilizar várias vezes na semana. A sua maioria refere não consumir álcool, café, nem fumar. Quanto à prática de actividade física metade da amostra pratica actividade física moderada. Assim, predominantemente consideram que essas mudanças nos hábitos de vida contribuíram de forma positiva para o controlo da HTA. SUMMARY Hypertension is the leading cause of morbidity and mortality in Portugal, presenting a serious public health problem. It can leave irreversible consequences on the individual if not detected and treated in time. Once diagnosed with hypertension, the text step should be treatment and control, so that is effects are reduced, and thus increase the quality of life. For the treatment, it is always important to adopt health lifestyle habits which mostly involve nursing intervention. This justifies the relevance monograph on the changes of lifestyle in people with a hypertension diagnosis. Having this matter into consideration, we chose a quantitative, descriptive and simple study. We have used non-probability sampling procedure for networks (or snowball). It was used a questionnaire of direct application as method and data colleting. This study was conducted with a sample of 38 people with hypertension diagnosis, living in the municipality of Monção. The data was statistically processed by Microsoft Excel program. With the results of this study one can see that most hypertensive are female, aged between 69 and 77, with low education, married, BMI 30 kg/m2 (obese), mostly retired and housewives, being diagnosed with hypertension between 45 and 54 years old and 65 to 74. They have mentioned the use the measures such as medication, reducing salt and fat intake in the control of hypertension and evaluate blood pressure once a month in medical consultation or at home. Concerning food, they say they use natural products and salt to seasoning grilled and boiled food. Most of them state they not use canned food but refer they use smoked food and canned fish once or twice a month. The majority don’t use soybean oil/sunflower oil, butter, margarine and lard, preferring olive oil. They have soup, vegetables, fish and fruit several times a week. The majority says not drink alcohol, coffee or smoking. Concerning exercise, half do some moderate sport. This way, they consider that those changes in lifestyle have contributed in a very positive way to control blood pressure.
Descrição: Projecto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau Licenciada em Enfermagem.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1932
Aparece nas colecções:BUFP – Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Consentimento informado_16562.pdf34,89 kBAdobe PDFVer/Abrir
indice_16562.pdf15,35 kBAdobe PDFVer/Abrir
SUMARIO_16562.pdf19,54 kBAdobe PDFVer/Abrir
CAPA_16562.pdf27,72 kBAdobe PDFVer/Abrir
teste de orientacao_16562.pdf13,8 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos_16562.pdf9,43 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dedicatoria_16562.pdf17,72 kBAdobe PDFVer/Abrir
Questionario_16562.pdf33,43 kBAdobe PDFVer/Abrir
Desenvolvimento_16562.pdf316,31 kBAdobe PDFVer/Abrir
Siglas_16562.pdf7,07 kBAdobe PDFVer/Abrir
AGRADECIMENTOS_16562.pdf7,71 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.