Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1930
Título: Depressão nos idosos que frequentam o Centro de Dia de Cedofeita
Autor: Cornélio, Orlanda
Orientador: Afonso, Delmina
Data de Defesa: 2009
Editora: [s.n.]
Resumo: A depressão é um dos distúrbios psiquiátricos mais frequentes nos idosos, muitas vezes não diagnosticado, que causa uma significativa morbilidade e mortalidade e cuja prevalência aumenta quando se trata de população idosa. Por ser um tema pertinente e cada vez mais comum nos nossos dias, é que esta temática foi escolhida. Com o presente estudo, pretendeu-se conhecer a população de idosos que frequentam o Centro de Dia de Cedofeita, identificar a incidência de Depressão nos idosos que frequentam Centro de Dia de Cedofeita e identificar os factores que favorecem o aparecimento de Depressão nos idosos que frequentam o Centro de Dia de Cedofeita. A fim de dar resposta aos objectivos enunciados, colocaram-se os seguintes problemas de investigação, “Quais as características dos idosos do Centro de Dia de Cedofeita? Qual a incidência de Depressão nos idosos que frequentam o Centro de Dia de Cedofeita? Quais os factores que favorecem o aparecimento de Depressão nos idosos que frequentam o Centro de Dia de Cedofeita?” O método de estudo utilizado foi o descritivo, de natureza quantitativa. O tratamento de dados foi realizado com recurso ao SPSS (Statistic Package for Social Sciences), versão 17,0. Para uma melhor compreensão desta temática foi feita uma abordagem teórica ao processo de envelhecimento, idoso, depressão e tipos de depressão, tal como a sua prevenção. A amostra estudada considerou 32 idosos que frequentam o Centro de Dia de Cedofeita, com uma média de idade 71 anos e uma percentagem de 78,1% de mulheres e 21,9% de homens. Para a identificação da incidência de depressão, recorreu-se a um inquérito de perguntas de caracterização e pela Escala Geriátrica de Depressão (Geriatric Depression Scale) traduzida, aferida e adapta à população portuguesa por Veríssimo (1998). Os resultados indicam uma prevalência de 56,3% depressão de gravidade moderada, 3,1% de casos com depressão grave e 40,6% de idosos com depressão leve, no que diz respeito à avaliação de depressão.
Descrição: Projecto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/1930
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
errata_14701.pdf11,74 kBAdobe PDFVer/Abrir
PG_14701.pdf351,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.