Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1709
Título: Recreating the storytelling circle
Outros títulos: N. Scott Momaday and Mario Vargas Llosa
Autor: Carney, Kelly C. Walter
Data: 2000
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Antropológicas. Porto. ISSN 0873-819X. 4 (2000) 151-172.
Relatório da Série N.º: Antropológicas
4 (2000)
Resumo: Segundo este artigo, a produção ficcional dos nativos americanos do século vinte é caracterizada pela unidade social e estética que envolve as personagens da história tal como a relação entre o autor e o leitor. O último envolve-se na leitura imaginativa e interactiva, preenchendo os espaços brancos da narrativa do autor. Assim, a imaginação do leitor torna-se crucial para converter a história em uma actividade contínua e criativa. Quando contam as suas histórias, N. Scott Momaday e Mario Vargas Llosa tentam preservar as culturas da sua origem não apenas re-imaginando as histórias antigas, mas também seguindo a prática tradicional de contar histórias. Desta maneira, The Way to Rainy Mountain de Momaday e El hablador de Llosa oferecem uma alternativa à ‘dominação monológica do texto da cultura dominante’. Através do uso da língua e da imaginação, estas obras convidam o leitor a prosseguir na sua procura de ‘identidade unificada’. According to this paper, twentieth-century Native American fiction is characterised by social and aesthetic unity both among the characters of the tale and between the author and the reader. The latter is to be engaged in imaginative and interactive reading, filling the gaps left in the narrative by the storyteller. Thus the reader’s imagination becomes crucial for turning the story into a creative ongoing activity. When telling their stories, both N. Scott Momaday and Mario Vargas Llosa try to preserve the cultures of their origin by not only re-imagining the stories of old days but also by following the traditional way of interactive storytelling. By doing so, Momaday’s Way to Rainy Mountain and Llosa’s El hablador offer an alternative to ‘the monological one-voice domination of the mainstream-culture text’. Through the use of language and imagination, these works invite the reader to pursue their quest for a ‘unified identity’.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1709
ISSN: 0873-819X
Aparece nas colecções:Nº 04 (Ago. 2000)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
151-172.pdf156,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.