Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1462
Título: Qualidade do sono e hábitos de estudo em jovens institucionalizados
Autor: Nércio, Tiago Ricardo
Orientador: Ramalho, Joaquim
Palavras-chave: Institucionalização
Sono
Hábitos de estudo
Desempenhos académicos
Institutionalization
Sleep
Study habits
Academic performance
Institucinalização
sueño
Hábitos de estudio
El rendimiento académico
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: O presente trabalho tem como principal objectivo, analisar a relação entre a qualidade do sono e os hábitos de estudo em populações de indivíduos institucionalizados, através da comparação com uma amostra de indivíduos não institucionalizados. A população é constituída por 70 participantes do sexo masculino, divididos em duas amostras, 35 jovens institucionalizados no Centro Juvenil de Campanhã - Porto e 35 não institucionalizados, com idades compreendidas entre os 12 os 22 anos de idade. Para a realização deste estudo foi utilizada uma metodologia quantitativa, apoiada em duas escalas que avaliam duas dimensões distintas, intituladas “Inventário de Hábitos de Estudo” (IHE) de Pozar (1997) e o “Índice da Qualidade de Sono de Pittsburgh” (IQSP) de Buysse, Reynolds, Monk, Berman e Kupfer (1989). Os resultados obtidos nestes instrumentos foram processados através do programa estatístico, Stastistical Package for Social Sciences (SPSS) para Windows (versão 17.0). A presente investigação permitiu concluir entre outros dados, que não existe nenhuma relação entre a qualidade do sono e os hábitos de estudo em populações de jovens institucionalizados, contudo o mesmo não se verifica em indivíduos não institucionalizados. Os resultados deste estudo destacaram a necessidade de intervir juntos das populações institucionalizadas, com o objectivo de promover condições físicas e logísticas adaptadas às necessidades dos indivíduos, a onde se reúnam condições que promovam o desenvolvimento de desempenhos académicos e hábitos de higiene de sono saudáveis. The present paper has the main objective to analyse the relationship between the Sleep Quality and the studies habits, in populations of institutionalised students, thru the comparison of a sample of non institutionalised students. The population is constituted with 70 participants from the gender male, divided in to samples, 35 institutionalised students from de Centro de Juvenil de Campanhã – Porto, and 35 non institutionalised students, with ages between the 12 and 22 years old. For the realisation of this study it was used a quantitative methodology, supported in two scales that evaluate two different dimensions named as “Iventário de Hábitos de Estudo” (IHE) de Pozar (1997) “Índice da Qualidade de Sono de Pittsburgh” (IQSP) de Buysse, Reynolds, Monk, Berman e Kupfer (1989). The results gathered thru these instruments were processed with the software Statistical Package for Social Sciences (SPSS) for Windows (version 17.0). The present investigation enabled the assumption, between other data, that there is no relation between the quality of sleep and the studies habits in institutionalised populations. However the same can not be said about non institutionalised individuals. The results of this study highlighted the necessity of close intervention in institutionalised populations, with the objective or promoting fiscal and logistical conditions adapted to the necessities of the individuals, were conditions are gather to promote the academic development and an healthy sleep hygiene. Este documento tiene como objetivo principal analizar la relación entre la calidad del sueño y los hábitos de estudio en las poblaciones de jóvenes institucionalizados, mediante la comparación con una muestra de jóvenes no institucionalizados, por la evaluación de la calidad del sueño y los hábitos de estudio de los individuos . La población está compuesta de 70 jóvenes del sexo masculino, 35 jóvenes institucionalizados en el Centro Juvenil de Camapnhã – Porto, 35 jóvenes no institucionalizados con edades comprendidas entre 12 a 22 años de edad. Para este estudio se utilizó una metodología cuantitativa, con el apoyo de dos escalas que evalúan dos dimensiones distintas, titulada "Inventario de hábitos de estudio" (IHE) de Pozar (1997) "Índice de Calidad del Sueño de Pittsburgh (ICSP), de Buysse, Reynolds, Monk, Berman y Kupfer (1989). Los resultados de estos instrumentos fueron procesados mediante el programa estadístico, Stastistical Paquete de Ciencias Sociales (SPSS) para Windows (versión 17.0). La dicha investigación concluyó, entre otras cosas, que no hay relación entre la calidad del sueño y los hábitos de estudio en las poblaciones jóvenes institucionalizados, sin embargo, lo contrario es cierto en no institucionalizados. Los resultados pusieron de manifiesto la necesidad de hablar juntos de personas institucionalizadas con el fin de promover la física y la logística adaptada a las necesidades de los individuos, que tienen las condiciones que promueven el desarrollo del rendimiento académico y la higiene del sueño sano.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia Clínica e da Saúde.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1462
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dm_tiagonercio.pdf469,97 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.