Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1451
Título: Auto-conceito e estilos cognitivos em alunos do 7º ano de escolaridade do grande Porto
Autor: Manso, Ana Raquel Bartolomeu
Orientador: Costa, Ana
Data de Defesa: 2010
Editora: [s.n.]
Resumo: O presente estudo tem como objectivo geral analisar as relações entre o nível de Auto-Conceito e o tipo de Estilo Cognitivo, em função do género, nível socioeconómico (NSE) e dos resultados escolares às disciplinas de Português e Matemática, em alunos do 7º Ano de escolaridade. Pretendemos também contribuir para adaptar e aferir o Group Embeded Figures Teste (GEFT) para a população portuguesa. Os instrumentos utilizados foram a o Questionário Sócio-Demográfico, a Escala de Competência Percebida para Crianças e Adolescentes e o Group Embeded Figures Teste e as pautas escolares do 3º período. A amostra é constituída por 522 participantes, dos quais 263 são do sexo masculino e 259 do sexo feminino, distribuídos por três níveis socioeconómicos, Alto/Médio Alto (n=123), Médio (n=254) e Médio Baixo/Baixo (n=141), a frequentarem o 7º Ano de escolaridade em estabelecimentos públicos (n=346) e privados (n=176). Os resultados dos estudos diferenciais demonstram que são os sujeitos do sexo feminino que apresentam maior nível de Competência Percebida na ECPCA, assim como na subescala Comportamento/Conduta, já os sujeitos do sexo masculino apresentam melhores resultados nas subescalas Competência Física/Atlética, na Auto Estima Global e Competência a Matemática. Quanto ao Estilo Cognitivo, dependente e independente de campo, não existe relação em função do sexo. Os resultados dos estudos correlacionais apontam para uma correlação baixa entre a Competência a Português e a nota final à disciplina de Português e uma correlação moderada entre a Competência a Matemática e a nota final à disciplina de matemática. Os sujeitos com nível alto de Competência Percebida pertencem, na sua maioria, ao NSE Médio Baixo/Baixo; os sujeitos dependentes de campo pertencem ao NSE Médio e os sujeitos independentes de campo pertencem ao NSE Alto/Médio Alto. Os sujeitos independentes são os que obtêm melhores resultados às disciplinas de Português e Matemática. Foi encontrada uma associação entre a Competência Percebida e os Estilos Cognitivos que nos permite dizer que a maioria dos dependentes de campo apresenta nível alto de Competência Percebida. Os independentes de campo obtêm maior nível de competência percebida nas subescalas Competência Escolar/Cognição, Auto-Estima Global e Competência a Matemática. This study aims at analyzing the relationship between Self-Concept and Cognitive Style according gender, socioeconomic status (SES) and final results to the disciplines of Portuguese and Mathematics, students in the 7th year. We also intend to help adjust and measure the Group Embeded Figures Test (GEFT) for the Portuguese population. The instruments used were the Socio-Demographic Questionnaire, the Perceived Competence Scale for Children and Adolescents, the Group Embeded Figures Test and the agendas of school 3rd period. The samples consists of 522 participants, of whom 263 are males and 259 females, divided into three socioeconomic levels, High/Medium High (n=123), Middle (n=254) and Medium Low/Low (n=141), to attend the 7th year of schooling in public establishments (n=346) and private (n=176). The differential studies show that the female subjects have the highest Perceived Competence, as well as subscales Behaviour/Conduct; the male subjects have better results on the subscales Physical Competence/Athletic, Global Self Esteem and Mathematics Competence. There is no relationship between Cognitive Style according sex. The results of correlational studies show a low correlation between the Portuguese Competence and the final result of Portuguese discipline and a moderate correlation between Mathematics Competence and final result of Mathematics discipline. Subjects with high Perceived Competence belong mostly to SES Medium Low/Low, the field-dependent subjects belong to SES Middle and field independent subjects belong to SES High/Medium High. The subjects field-independent have better results to the disciplines of Mathematics and Portuguese. We found an association between the Perceived Competence and Cognitive Style allows us to say that most field-dependent shows high level of Perceived Competence. The field-independent have higher level of Perceived Competence subscales School Competence/Cognition, Global Self Esteem and Mathematics Competence.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia, especialização em Psicologia Clínica e da Saúde.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1451
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dm_anamanso.pdf429,24 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.