Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1391
Título: Queixas músculo-esqueléticas e conhecimentos relativos a práticas preventivas de mecânica corporal
Outros títulos: estudo realizado aos enfermeiros da unidade de cuidados continuados de Monção
Autor: Samarão, Pedro Manuel Lima Barros Afonso
Orientador: Rodrigues, Joana
Data de Defesa: 2009
Editora: [s.n.]
Resumo: As Lesões Músculo-Esqueléticas ligadas ao trabalho são distúrbios de origem ocupacional que podem atingir variadas estruturas e resultam do desgaste muscular, tendinoso, articular e neurológico, provocado pela inadequação do trabalho ao ser humano que trabalha. Caracterizam-se por dor, incómodo ou desconforto ao nível músculo-esquelético, sobretudo devido a situações e/ou postos de trabalho com elevadas exigências ao nível postural, de aplicação de força, de repetitividade ou por incorrecta distribuição das pausas. As Lesões Músculo-Esqueléticas, ligadas ao trabalho, são frequentes em contexto hospitalar e, particularmente, entre os Enfermeiros. Quando se estuda a saúde no trabalho, a biomecânica ajuda a entender porque é que algumas tarefas provocam lesões ou doenças, bem como fornece estratégias para as evitar. Este estudo emerge da pergunta de partida: “Quais as queixas músculo-esqueléticas dos Enfermeiros da Unidade de Cuidados Continuados de Monção e quais os conhecimentos de mecânica corporal, para a movimentação de doentes, utilizados para as evitar?”. Assim, delinearam-se os seguintes objectivos: - Identificar as principais queixas músculo-esqueléticas dos Enfermeiros da Unidade de Cuidados Continuados de Monção; - Saber se os Enfermeiros da Unidade de Cuidados Continuados usam conhecimentos de mecânico corporal, para a movimentação de doentes, para evitar as queixas; - Identificar os principais conhecimentos de mecânica corporal utilizados pelos Enfermeiros da Unidade de Cuidados Continuados, para a movimentação de doentes. A metodologia utilizada tem um carácter descritivo simples, inserido numa abordagem quantitativa e transversal, a uma amostra de 15 Enfermeiros da Unidade de Cuidados Continuados de Monção, à qual foi aplicado como instrumento de recolha de dados um questionário de resposta fechada, no dia 6 de Junho de 2009. Para tratamento das respostas do questionário recorreu-se ao Microsoft® Excel versão 2007. Salientam-se os seguintes resultados: - As principais queixas músculo-esqueléticas dos Enfermeiros são ao nível da Coluna Cervical e da Coluna Lombar, seguindo-se as queixas nas pernas. Nenhum enfermeiro apresentou queixas nos braços, cotovelos, antebraços, punhos, mãos, dedos mãos, tornozelos e dedos pés. - Todos os Enfermeiros utilizam conhecimentos de mecânica corporal, para a movimentação de doentes, para evitar as queixas. - Os principais conhecimentos de mecânica corporal utilizados são “pés afastados”, “aproximar corpo do doente” e “ajustar a altura da cama”. The muscle-skeletal injuries related to work are disorders of occupational origin that can reach various structures resulting from wear muscular, tendinous, articular and neurological, caused by inadequacy of the work to the human being that works. The injuries are characterized by pain, discomfort or annoyance at the muscular-skeletal level, mainly due to situations and / or jobs with high demands on postural level of application of force, repetitiveness or improper distribution of breaks. The muscle-skeletal injuries related to work in the hospital context are common, particularly among nurses. When studying health at work, biomechanics helps to understand why some tasks cause injury or illness and provides strategies to avoid them. This study emerges from the question: “What are the muscular-skeletal complains of the nurses from the Unidade de Cuidados Continuados de Monção and the knowledge of body mechanics for handling of patients, used to avoid it”. Thus, outlined the following objectives: -Identify the main muscular-skeletal complains of the nurses from the Unidade de Cuidados Continuados de Monção; -Whether the nurses of the Unidade de Cuidados Continuados use knowledge of body mechanics for handling of patients, to avoid complaints; -Identify key knowledge of body mechanics used by the nurses of the Unidade de Cuidados Continuados, for the handling of patients; The methodology has a descriptive nature simple, added in a quantitative approach and a cross, to a sample of 15 of the Nurses from the Unidade de Cuidados Continuados de Monção, which was used as a tool for collecting data from a questionnaire response closed on June 6th 2009. For the treatment of the replies to the questionnaire it was used the Microsoft® Word and Microsoft® Excel version 2007. Emphasize the following results: -The main muscular-skeletal complaints of the Nurses are cervical spine and lumbar spine, followed by complaints in the legs. Nurses had no complaints in the arms. Elbows, forecarms, wrists, hands, finger hands, ankles, fingers feet; -All Nurses use knowledge of body mechanics for handling of patients, to avoid complaints; -The main knowledge of body mechanics used is “feet away”, “bring the patient´s body” and “adjust the height of the bed”.
Descrição: Projecto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/1391
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_pedrosamarão.pdf2,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.