Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1245
Título: Da Formação à Inclusão Social e Profissional - Estratégias e Parcerias de Convergência
Outros títulos: estudo exploratório realizado na Fundação Filos
Autor: Martins, Filipe Miguel Gonçalves
Orientador: Rebelo, Jorge
Data de Defesa: 2009
Editora: [s.n.]
Resumo: O presente estudo intitulado “Da Formação à Inclusão Social e Profissional - Estratégias e Parcerias: Estudo Exploratório realizado na Fundação Filos” trata-se de uma investigação realizada na Fundação Filos, Porto. Encarando as actuais sociedades em constante mutação social, económica, cultural, e visto que por sua vez, nem todos os seus membros conseguem acompanhar este frenético ritmo, muitos são postos à margem de uma sociedade baseada em padrões de consumo. Em função deste compasso altamente acelerado verificamos a existência de várias situações de exclusão social e pobreza. Assim, por diversos motivos, os sujeitos não são capazes de acompanhar esta velocidade, tida como necessária, para serem incluídos na sociedade. Na primeira parte deste trabalho foi realizada uma revisão bibliográfica sobre alguns dos grandes dilemas mundiais. Intimamente ligadas às questões que são objectivo de estudo nesta monografia procuramos reconhecer e verificar a importância dos vários sistemas em que homem vive e através dessa profunda análise podemos conhecer um pouco mais a ligação entre homem e trabalho e a suas relações com o desemprego. Procuramos também, saber um pouco mais sobre as raízes históricas da formação profissional, bem como os novos conceitos subjacentes à formação profissional em termos de empregabilidade e enquanto elementos de inclusão social e profissional. E, finalmente, tendo como base os novos conceitos adquiridos, desenvolvemos uma abordagem sobre a importância que os profissionais de Serviço Social têm nesta área. Para a parte empírica do trabalho foram utilizadas duas metodologias de estudo, uma quantitativa e outra qualitativa. Na metodologia quantitativa procuramos caracterizar e analisar as dimensões: individual, escolar/técnica dos formandos, antes e depois da formação. Na metodologia qualitativa, tentou-se identificar e analisar as expectativas individuais dos coordenadores dos cursos de formação profissional, antes e depois das acções formação. Na realização do estudo empírico foram usados dois instrumentos de análise: um inquérito por questionário com questões abertas e fechadas no sentido da análise de dados do ponto de vista quantitativo e um guião de entrevista semiestruturado com quatro unidades de análise com vista à análise dos dados em termos qualitativos.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de licenciado em Serviço Social.
URI: http://hdl.handle.net/10284/1245
Aparece nas colecções:BUFP – Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia_Miguel_Martins.pdf1,87 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.