Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1239
Título: Caracterização das necessidades e da procura de tratamentos Médico-Dentários, dos pacientes das Clínicas Pedagógicas de Medicina Dentária da Universidade Fernando Pessoa
Autor: Silva, Rui Tiago Escobar Teixeira e
Orientador: Gavinha, Sandra
Data de Defesa: 2008
Editora: [s.n.]
Resumo: A OMS define a saúde como um estado completo de bem-estar físico, mental e social, e considera que 5 a 10% da despesa em saúde pública remete para a saúde oral. Os serviços de saúde devem conhecer as necessidades da população e prestar cuidados apropriados, através de um correcto planeamento, aumentando o acesso e a prevenção primária. Porém, existe uma mentalidade “curativo - restauradora” enraizada na população, que deve ser modificada através da educação e da diminuição dos factores de risco, criando-se ambientes de saúde, especialmente em populações desfavorecidas. Para que tal aconteça, têm-se desenvolvido estratégias para melhorar a saúde oral da população portuguesa, descritas no Plano Nacional de Saúde (PNS), nomeadamente os Projectos de Saúde Oral que visam suprir as necessidades de crianças, grávidas e idosos. As Clínicas Pedagógicas da FCS – UFP atendem em média, 120 pacientes por dia prestando à comunidade um serviço Médico-Dentário de características sociais. Objectivos: Caracterizar uma amostra populacional, relativamente ao motivo pelo qual procuram a consulta Médico Dentária das clínicas pedagógicas, as necessidades em saúde oral, os tratamentos efectivamente recebidos e a capacidade de resposta destas Clínicas Pedagógicas da FCS – UFP. Material e Métodos: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica que nos serviu de base para o desenvolvimento e para a elaboração/aplicação do questionário. A amostra de conveniência incluiu 126 indivíduos, que assistiam à primeira consulta nas Clínicas Pedagógicas da FCS-UFP, freguesia de Paranhos, Porto. A aplicação do questionário decorreu em duas fazes, a primeira no período desde o dia 6 de Novembro de 2007 até ao dia 21 de Fevereiro de 2008, e a segunda passados 4 meses. A análise estatística foi realizada no programa Epi InfoTM versão 6,04, com um índice de confiança (IC) de 95%, com um erro α = 5%. Resultados: 53,2% dos indivíduos pertenciam ao género feminino, 91,3% da amostra residia em meio urbano, 36,5% possuía nível socioeconómico médio e 57,9% referiu a “saúde geral”, como interesse principal. Existiu baixa prevalência de patologias, no entanto, 50,1% dos indivíduos realizavam farmacoterapia. O motivo da consulta mais comum foi a dor (28,6%), 90,5% dos indivíduos necessitavam tratamentos restauradores e 60,1% precisavam de extracções. Apenas 4,8% da amostra possuía saúde oral óptima. O tempo desde a última consulta atingiu a média de 4,4 anos nos idosos (p <0,001). Para indivíduos maiores que 18 anos foram aplicados: o índice de CPOd= 18,3; o índice de placa de Silness e Löe= 1,4 e superior no género masculino (p=0,013); e obteve-se a média aproximada de 25 dentes em boca. Foram concebidas 418 consultas em 4 meses, 457 tratamentos, dos quais os restauradores (média de 1,4). 87,3% dos indivíduos deu continuidade aos tratamentos. Conclusão: a procura de tratamentos Medico – Dentários deveu-se à presença de dor, as necessidades normativas mais comuns relacionam-se com tratamentos restauradores, a área de atendimento com maior afluência foi Clínica Integrada e a capacidade de resposta das Clínicas Pedagógicas de Medicina – Dentária revelou-se satisfatória. The WHO defines health as a complete state of physical, mental and social well-being and estimates that 5 to 10% of the public health expense remits to oral health. The health services must know the public´ needs and provide appropriate health care, through correct planning, increasing access and primary prevention. However, the population has a deeply ingrained “healing-restorative” mentality that must be altered through instruction and by reducing risk factors with the purpose of creating health environments, specifically among underprivileged population. In order for that to happen, strategies have been developed to improve the oral health of Portuguese population, as described on the Plano Nacional de Saúde (PNS), namely the Projectos de Saúde Oral, which aim to fill the needs of children, pregnant woman and elderly. The FCS – UFP educational clinics have 82 consulting-rooms, in which are treated an average of 120 patients per day. Objectives: Describe a population sample, to survey the main complain in the educational clinics´ consulting, the oral health needs, the treatments received and the FCS – UFP educational clinics´ ability to respond. Materials and Method used: A bibliographic research was carried out and used as basis for the development and elaboration/application of the questionnaire. The convenience sample included 126 individuals that attend the first consultation at FCS – UFP educational clinics in the Paranhos parish, Porto. The questionnaire was used in two separate phases: the first one from 6th November of 2007 to 21st February of 2008, and the second one, four months after. The statistical analysis was made using the Epi InfoTM program, version 6.04, with a 95% trust rate (TR) and with an α error rate equal to 5%. Results: 53.2% of all individuals were female, 91.3% of all individuals lived in an urban environment, 36.5% belonged to the middle-class level and 57.9% mentioned “general health” as their main interest. There was a low prevalence of pathologies. However, 50.1% of all individuals were using pharmacotherapy. The main complaint was dental pain (28.6%), 90.5% of all individuals were in need of restorative treatments and 60.1%needed extractions. Only 4.8% of the sample had optimal oral health. The time since the last consultation reached an average of 4.4 years for the elderly (p <0.001). For individuals above the age of 18 years old, the following indexes were applied: the CPOd index was 18.3; the Silness and Löe plaque índex was 1.4 and was superior on the male gender (p=0.013); and average of 25 teeth peer mouth was obtained. During a 4 months´ period, 418 consultations were given and 457 treatments, among which the restorative treatments (average of 1.4) are at the top of the list. There were 74 nonattendances, 6 reschedules and the clinical treatment area that provided the highest number of consultation was the Clínica Integrada (average 1.4). 87.3%of all individuals continued treatments. Conclusion: The search for Dental treatments was due to the present of pain; the more common normative necessities had to do with restorative treatments, the clinical treatment area that had more affluence was the Integrated Clinic and the educational Dental´ ability to respond proved to be satisfactory.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requsitos para obtenção do grau de Licenciado em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/1239
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_ruisilva.pdf17,76 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.