Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/1181
Título: Hábitos alimentares e saúde oral em odontopediatria
Autor: Torres, Maria Teresa de Coelho e Lencastre da Silva
Orientador: Paiva, Elsa
Data de Defesa: 2009
Editora: [s.n.]
Resumo: De acordo com a Direcção Geral da Saúde (2009), as doenças orais constituem, pela sua alta prevalência, um dos principais problemas de saúde na população infantil e jovem. Contudo, se adequadamente prevenidas e precocemente tratadas podem levar a relevantes ganhos em saúde. A alimentação tem um papel crucial particularmente na infância e adolescência, tendo uma influência determinante no desenvolvimento intelectual, emocional e social. O objectivo geral desta monografia foi fazer uma revisão bibliográfica sobre hábitos alimentares e a cárie dentária em Odontopediatria. Os objectivos específicos foram: conhecer o estrato socioeconómico , hábitos de higiene oral e alimentares das crianças que frequentam a consulta de Odontopediatria da FCS-UFP; verificar a influência do consumo de “snacks”, a utilização de máquinas de venda automática e o estrato socioeconómico na saúde oral das crianças; avaliação oral para determinação do índice de cpod e CPOD e avaliação de presença ou ausência de erosão dentária. Trata-se de um estudo do tipo observacional-descritivo transversal. Os dados foram recolhidos através de inquéritos realizados a 100 crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos, entre Outubro de 2008 e Dezembro de 2008. Observou-se que, 56% das crianças inquiridas têm hábitos alimentares classificados como “Muito Mau” ou “Mau” e 35% têm hábitos alimentares “Razoável”, sendo que apenas 9% têm hábitos classificados de “Muito Bom” ou “Bom”. A maioria dos pais destas crianças tem o 9º ano de escolaridade. 53% das crianças escovam os dentes 2 vezes ao dia e 1% refere não escovar os dentes. 31% das crianças encontram-se livres de cárie para a dentição decídua e 45% para a dentição permanente. Não se verificou erosão dentária em nenhuma das crianças. Concluiu-se que existe uma relação entre a utilização de máquinas de venda automática e a cárie dentária e que o consumo de leite é benéfico para a saúde oral. Não se verificou relação entre o nível educacional dos responsáveis e a saúde oral das crianças. Além disto, não existe associação entre o consumo de “snacks” e a cárie dentária. According with the “Direcção Geral da Saúde” (2009), the oral illnesses constitute, for its high prevalence, one of the main health problems in the infantile and young population. However, if adequately prevented and treated in an early they can lead to excellent benefits in health. The nourishing has a crucial role particularly during childhood and adolescence, having a crucial influence in the intellectual, emotional and social development. The main goal of this monograph was to make a bibliographical revision about the nourishing habits and the dental caries in Pediatric Dentistry. The specific goals were: to know the social economic level, nourishing and oral hygiene of the children who attend the Paediatric Dentistry consultation in FCS-UFP; to verify the influence of the consumption of “snacks”, the use of vending machines and the social economical level in the oral health of the children; oral evaluation for determination of the index of cpod and CPOD and evaluation of the presence or absence of dental erosion. It´s a transversal observational-descriptive study. The data had been collected through inquiries that have been carried out to 100 children with ages understood between the 6 and 12 years, between October 2008 and December 2008. It was observed that 56% of the inquired children, have nourishing habits classified as “Very Bad”, or “Bad” and 35% have nourishing habits classified as “Reasonable”, being that only 9% have habits classified as “Good” or “Very Good”. The majority of the parents of these children have the 9th year grade. 53% of the children brush their teeth 2 times per day and 1% doesn´t brush the teeth, 31% of the children are free of caries for the deciduous dentition and 45% for the permanent dentition. It was not verified dental erosion in none of the children. It was concluded that there is a connection between the use of vending machines and the dental caries, and that the consuming of milk is beneficial for the oral health. There is no relation between the educational level of the responsible and the oral health of the children. Also, there is no relation between “snacks” consume and dental caries.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/1181
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mono_mariatorres[1].pdf8,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.